30.4.05

BARBRA, CAN YOU HEAR ME?



Desculpe, mas eu não pude evitar a comparação de OSAMA(2003) com YENTL (1983). Tudo bem, o da Barbra Streisand é excessivamente longo - 134 minutos - e quando você começa a embarcar na narrativa, entra uma canção irritante e tudo vira Hollywood demais. Mas o enredo da menina que se faz passar por homem, para ter direitos civis que são negados às mulheres de sua época é o mesmo. O filme afegão, ganhador do Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro em 2004, no entanto, consegue tocar em feridas bem mais contemporâneas e esquecidas pelo mundo ocidental.

Imagine você que, para se fazer um filme desses, num país tão pobre e tolido de sua liberdade de expressão, o diretor estreiante Siddiq Burmak ouviu incontáveis histórias a respeito do quanto as mulheres eram colocadas em um plano de quase esquecimento e desprezo durante o regime Taliban. E este é o primeiro filme a ser feito no Afeganistão após a "libertação", com um elenco todo selecionado nas ruas de Kabul, não há atores profissionais.

É impressionante observar a beleza do enquadramento e as cores quentes de Osama, o jogo de edição hábil e cheio de significados e a atuação franca e verdadeira do elenco. Nesta narrativa, não há espaço para exitações ou meios-termos, as coisas são realmente o que se mostram ser, infelizmente.

29.4.05

I N F O R M E

pills


Queridos leitores, para melhor serví-los, adicionei alí do lado um link para o livro de visitas, que nada mais é do que uma forma alternativa e facinha, facinha de deixar seu comentário. Todo mundo reclama de como é complicada a forma de comentar do blogger, que aparece abaixo de cada post. Pois agora não tem mais desculpa!

Só que o Livro de Visitas está lá, sozinho, solitário, vazio, carente, abandonado... alguém se habilita a inaugurá-lo? Comece você, clicando aqui!

DA SÉRIE Transparência Fiscal

Nota Fiscal

28.4.05

OUVINDO...

Discos



Dave Gahan - Live Monsters
Martha Wainwright - Martha Wainwright
Scissor Sisters - Filthy/Gorgeous (Remixes Maxi-Single)
Nick Cave & The Bad Seeds - Murder Ballads
Joe Dassin - 23 Succés
Astor Piazzolla - Tango: Zero Hour

SHE DRINK COFFEE

Nina in Paris


Eu sou um apaixonado irremediável por Nina Simone e sua voz quente, de um timbre que te acende de dentro para fora. Neste ao vivo em Paris a gente sente como era a interação com a platéia, como Nina era brincalhona e se impressiona com a forma descontraída dela introduzir as músicas. Um cd para ser ouvido de cabo a rabo, de preferência sem ninguém por perto, só com uma garrafa de vinho tinto chileno. Quer uma dica? 35 South Cabernet Sauvignon, da Viña San Pedro, super em conta e faz o serviço bem direitinho.



No repeat, a faixa 9: SEE-LINE WOMAN

see-line woman
she drink coffee
she drink tea
and then go home
see-line woman

see-line woman
dressed in green
wears silk stockings
with golden seams
see-line woman

see-line woman
dressed in red
make a man lose his head
see-line woman

see-line woman
black dress on
for a thousand dollars
she wail and she moan
see-line woman

*

26.4.05

MAMMA MIA!




Para quem não está lembrando de onde conhece este nome, é daqui ó:

Abba



Pois Agnetha Faltskog, a loirinha do ABBA, gravou este cd - MY COLOURING BOOK. E sabe que não é tão ruim? Na verdade, a versão dela de Fly Me To The Moon é uma das melhores que eu já ouvi, e olha que eu devo ter umas 15 versões diferentes , com cantores e cantoras de todo tipo.



*

DANÇA COMIGO?



A Ticcia comentou hoje que leu no Blowg, da Marina W. a respeito do amor à primeira vista e lembrou de seus pais. Coincidência ou não, assitindo a DANÇA COMIGO? ontem lembrei de uma história de amor que eu vivi, a maior delas. E foi bem assim, bati o olho e tudo ficou em câmera lenta. Na hora eu pensei: "Tô fudido!". E , por muito tempo, mesmo depois de tudo terminado, ainda me dava aquela pontada no peito quando eu lembrava da cena. Depois destes anos todos, acho que lá bem no fundo, num cantinho escondido do meu coração, ainda espero que o mundo fique em câmera lenta de novo. Numa determinada cena do filme, quase no final, me enchi de uma alegria triste e os olhos enxarcaram. "Mas o que é isso?? Chorando por um filmezinho piegas desses?" pensei. Ah, foda-se. Apaixonar-se é brega mesmo e de vez em quando a gente tem direito.

*

PAPA DON'T PREACH

Madonna e Guy



O pastor alemão que virou papa já arregaçou as manguinhas, mantendo o péssimo costume da igreja católica de queimar as bruxas para dar exemplo aos cegos, surdos e loucos fiéis, sempre tão ávidos por uma fofoca de porta de missa. Ele disse que a cantora "confundiu a identidade sexual de homens e mulheres". Tá bom, agora me diz: padre que assedia sexualmente os coroinhas faz o quê, no caso?

**

E o site canadense da Netscape promoveu uma enquete: Quem Vai Ficar na História Como Melhor Cantora: Madonna ou Cher? Resultado 89% a 11%. Vote e confira para quem aqui.

**

Agora, para relaxar, baixe Tori Amos cantando Like a Prayer (ao vivo em Washington) aqui.

*

25.4.05

WHO LET THE DOGS OUT?

Radical Chic

Tem pessoas que, naquele momento em que sobe o calorão, o coração dispara e os hormônios fervem, perdem noção da realidade. Foi assim com uma amiga minha que pensa com determinados orifícios ao invés de usar a cabeça ou o coração. Um amigo a chama de cachorra. Eu acho meio injusto colocar um bichinho tão dócil e fiel neste rolo. Animais não sabem o que fazem, agem com o instinto, já nós seres humanos somos dotados de bom-senso para agirmos de forma socialmente correta. As regras da boa convivência pregam que você não deve jamais trair ou machucar quem lhe é querido nem manipular aqueles que são legais com você, com o vazio intuito de adicionar mais um número na sua listinha sórdida de parceiros sexuais.

Sempre que a minha mãe queria se referir a uma moça desta orientação, usava o termo "camarada". "O teu irmão saiu com aquela camarada de novo." "Não acredito que o filho da Gládis vai casar com aquela camarada!" Claro que, para a minha mãe, bastava a moça usar uma maquiagem mais forte, um salto mais alto ou uma minissaia mais curta para se enquadrar nesta categoria. Só que esta camarada de quem lhes falo é bem mais sórdida e ardilosa do que as garotinhas fácies do interior do Rio Grande do Sul. Ela mata por esporte, tortura por prazer e escalpela para colecionar. Mas, como Deus é justo, ela pôde enganar alguns por algum tempo, mas não a todos o tempo todo (parafraseando JFK) e agora todo mundo sabe o que ela fez. Resultado: hoje (e por muito tempo) a vira-latas vai dormir sozinha.
*

SALDO DO FERIADÃO

Feriadão

22.4.05

RUN AWAY FROM ALL YOUR BOREDOM



Sim, eu fui ao show do Placebo (muitíssimo bem acompanhado, no caso). Tenho que confessar que minhas esperanças eram de ver um show mediano, dada a falta de estrutura do local onde aconteceu o evento. Mas, com esta banda, precisa muito pro show ser impecável? Não. Tudo foi emocionante, empolgante, legal, cool, genial. Desde o looping de Taste in Men na abertura até a loucura que foi ouvir Slave to the Wage e sentir a bateria no compasso do meu coração. O melhor de tudo: ali, quase na frente.

Set List:

01. Taste in Men
02. Bitter End
03. Every You Every Me
04. Protege Moi
05. Black Eyed
06. Special Needs
07. English Summer Rain
08. Without You I'm Nothing
09. I Do
10. This Picture
11. Special K
12. Slave To The Wage
13. 36 Degrees
14. Pure Morning

Bis

15. 20 Years
16. Teenage Angst
17. Nancy Boy

*


18.4.05

...ET LES YEUX DANS LES YEUX

Dreamers



OS SONHADORES, de Bertolucci, é, sem sombra de dúvida, o melhor filme sobre filmes que eu já vi. Tem tanta coisa que se pode falar a respeito dele que ainda não organizei as idéias. Péra que vou colocar uma Françoise Hardy no CD player para você ter uma noção...

Tous les garçons et les filles de mon âge
se promènent dans la rue deux par deux
tous les garçons et les filles de mon âge
savent bien ce que c'est d'être heureux

et les yeux dans les yeux et la main dans la main
ils s'en vont amoureux sans peur du lendemain
oui mais moi, je vais seule par les rues, l'âme en peine
oui mais moi, je vais seule, car personne ne m'aime

mes jours comme mes nuits
sont en tous points pareils
sans joies et pleins d'ennuis
personne ne murmure "je t'aime" à mon oreille

tous les garçons et les filles de mon âge
font ensemble des projets d'avenir
tous les garçons et les filles de mon âge
savent très bien ce qu'aimer veut dire




*

16.4.05

Da Série: TÔ RIFANDO O CORPINHO PRA COMPRAR



Incluíndo:

As Presidiárias
O Morro do Macaco Molhado
Fogo no Rabo
O Segredo de Darcy
TV Macho
Plantão da Farmácia Central
Campo Rural
Sindicato das Mães

SKY CAPTAIN AND THE WORLD OF TOMORROW

ROBOS



Capitão Sky e o Mundo de Amanhã é um filme ímpar, se levarmos em consideração o que tem sido feito do gênero de ficção científica ultimamente. Primeiro, o diretor filmou os atores contra um fundo verde para só depois adicionar, através de imagens digitais, o ambiente em que a cena se passava, o que quer dizer que nada que você vê em Capitão Sky é real, só os atores. Bem, nem isso, para dizer a verdade. Sir Lawrence Olivier (falecido em 1989) participa do filme através de uma "montagem" de imagens e falas de antigos filmes seus.

Ribisi



Além de Jude Law e a fraquíssima Gwyneth Paltrow nos papéis principais, o filme ainda conta com Giovanni Ribisi (acima), o queridinho do cinema alternativo americano, que já fez papel de irmão de Phoebe, em Friends e o fotógrafo namorado de Scarlett Johansson, em Encontros & Desencontros (Sophia Coppola, 2003). E, é claro, a mulher que faz todo mundo babar, Angelina Jolie, vestindo um "charmoso" tapa-olho. Faça seu julgamento:

Jolie



O grande charme de Capitão Sky, no entanto, é a homenagem aos quadrinhos de ficção científica dos anos 40 e 50, ou seja, à percepção que se tinha de futuro e tecnologia na época. Robôs gigantes e pesados, pistolas de raio laser, aviões anfíbios e um clima de film noir, ajudam a recriar algo que, na verdade, nunca existiu desta forma. Há uma cena em especial que fez com que este filme me conquistasse logo na primeira meia-hora: a jornalista Polly Perkins vai encontrar um informante no Radio City Music Hall e enquanto eles conversam, exatamente no centro da tela entre os dois, está passando O Mágico de Oz, naquela cena em que Dorothy chega a Oz, a primeira colorida do cinema. Emocionante.

Este eu recomendo.

Sky and polly

*

14.4.05

Eu podia estar matando, eu podia estar roubando...

sleepless

O que fazer quando a sua tia e uma "coleguinha" (as duas ao todo têm 150 anos) vêm te visitar e você, para receber melhor, cede sua cama e sofá ?

R. Bata na porta do vizinho (a) que lhe parecer mais amigável e peça abrigo, um colchaozinho, um sofá, "qualquer coisa tá bom, moça...."

O que fazer quando você, que já esta abusando da caridade da vizinhança, quer esquecer este dia de correria e terminar logo esta penitência?

R. Toma 2 Dreamin' (também funciona 1/2 lexotan ou 1/4 de Dormonid dissolvidos em Vodka ou Gin) e apaga. O mundo fica uma lindeza só.

O que fazer quando você já tomou os 2 Deamin', está curtindo a chapação inicial e sua alma anfitriã te diz: "Eu sei que tu dormes tarde, não precisa deitar as 21h só porque estás aqui de visita. Nós ainda vamos pedir comida, ver filme blá blá blá..."

R. Tome 2 litros de coca-light, dê três pulinhos, vá até a loja de conveniência no posto mais próximo e compre um Fandangos presunto (daqueles tamanho Exército da Salvação), uma barra de Alpino e pipoca de microondas (light, por que vc está de dieta). Pronto! Passou o sono.

Só que o sono passou, o filme terminou, seu amigo está roncando descansadíssimo e você, no meio da sala, num colchão, contando as formiguinhas que passam no chão. E agora?

R. Agradeça a Deus por você ter saúde, trabalho, amigos...


*

...e hoje eu tomo TRÊS Dreamin!

12.4.05

C O F F E E * S O N G S

Coffee Songs



Meu amigo,

Não preciso dizer que você faz uma falta por estes lados, não é? Nem posso me queixar muito dos meus amigos, eu sei. Se eu ficar dissertando sobre a saudade vai parecer que estou desdenhando o resto da galera, o que não é verdade.

Mas é aquela velha história de que cada um preenche um espaço na vida da gente que ninguém mais ocupa. Lembro do nosso bate-ponto diário no café para ler a Folha, comentar os discos, livros, filmes, blogs e etc. Falando nisso, soubeste que o nosso QG fechou? Pena, né? Quer dizer, peninha, já que nunca mais fui lá.

Bem, este disco aí vai pelo correio hoje e teve suas canções compiladas com base nas nossas conversas sobre a vida, enfermeiras e as jamantas esperando na esquina. Espero que gostes.

1.Tears For Fears - Woman In Chains (Jakatta Awakened Mix)
2.EBTG - Single (Brad Wood Memphis mix)
3.Locust - Master and Servant
4.Erasure - Rock Me Gently (A Combination Of Special Events)
5.Billie Holliday - speak Low (Bent Mix)
6.Randy Crawford - Cajun Moon (Cajun Trip Mix)
7.Julie London - So In Love
8.Nick Cave & The Bad Seeds Feat. Kylie - Where The Wild Roses Grow
9.Morcheeba - Living Hell
10.Lunik - New Day
11.Elvis Costello - Don't Let Me Be Misunderstood
12.EBTG - Alfie
13.Eve Cassidy - Time After Time
14.Depeche Mode - When The Body Speaks (Acoustic Orchestral Mix)

*

Pills

Este é aquele que me encomendaste para malhar (mas serve também para a jogação):

1.Depeche Mode - Something To Do (Black Strobe Mix)
2.Seal - Killer (Peter Rauhofer 2005 mix)
3.Janet Jackson - Just A Little While ( Peter Rauhofer Club Mix)
4.OMD vs David Guetta - Enola Gay (Tomer G. Mix 04)
5.Grace Jones - Slave To The Rhythm (Mauro Piccoto Mix)
6.Utada Hikaru - Devil Inside (Scumfrog Vocal Mix)
7.Disco Kings feat. Patrick Hernandez - Born To Be Alive 2005
8.Bonnie Tyler - Holding Out For A Hero (Junior Vasquez Mix)
9.Royal Gigolos Feat. Laura Branigham - Self Control 2005
10.Rosana - O Amor e o Poder (Felixcub Club Mix)

*

11.4.05

AND IF A DOUBLE-DECKER BUS CRASHES INTO US...

crash



Minha amiga, voltando de uma festa na Lagoa da Conceição de carona com uma conhecida. As duas bêbadas. A motorista acabara de ter uma discussão com o namorado na boate, bate com tudo no volante, enquanto subiam e desciam pela estreita (perigosa e cheia de curvas) via de acesso ao centro:

- PORRA! Eu quero morrer, VOU BATER COM ESTE CARRO E ME MATAR!

Paralisia, congelamento dos ossos e uma premente diarréia impediram a minha amiga de dizer qualquer coisa. As únicas reações foram o arregalar de olhos e a busca nervosa pelo encaixe do cinto de segurança.

- Tu achas que eu mereço aquela piranha em cima dele a noite toda??? Eu vou jogar este carro contra o primeiro caminhão que passar, eu juro! Vou acabar com esta merda!

A carona conseguiu deixar rolar uma lágrima de medo sem piscar. E articular a seguinte frase:

- É um direito seu, mas lembre que você não está sozinha aqui. He he he ... Riso nervoso.
- Não te preocupa, que eu bato só do meu lado, ok?

Na ultrapassagem seguinte, a coitada perdeu o fôlego e pensou "é agora!". Apertou os olhos com força.

- Ui, como tu és cagona, credo!
- É, mas veja o seu estado...
- Tu achas que eu ia me matar sem antes dar uma surra naquela vaca?


*

Trilha: Smiths - There is a light that never goes out

10.4.05

S I N G L E

casa



O que eu gosto nas manhãs de domingo é esta quietude quase morta de não se ver movimento. Parece que fica mais fácil pensar, daí acabei pensando em você.

Eu queria te dizer que aquele livro de contos da Clarice Lispector que eu esqueci na tua casa me faz uma falta danada. Você sabe que gosto de reler os livros e rever os filmes que têm aquela beleza que me fazem chorar, não é?

Olha só, outro dia eu ouvia alguém me contar de um namorado infantilóide, mal-educado e fechadão e lembrei de quando te namorava. Fiquei muito envergonhado, mas eu quero que você saiba que não sou mais nada disso, ok? Não que isso faça diferença, já que não nos amamos mais. Só queria deixar registrado.

Eu gostaria muito de saber por que a tua lembrança não me larga. Não há mais nada.

Veja bem, quando eu penso em você não dá mais aquela fisgada no coração. Pode ser até que pinte uma tristezinha (como diria João Gilberto)- claro, nos amávamos tanto e não deu certo - mas não é uma coisa dolorosa. Passou.

Lembra dos nossos planos de construir uma casa em que pudéssemos ter nossos cães e piscina e tudo mais? É uma dessas aí em cima que eu tinha em mente.


Bom, faz tempo que eu não pensava em você, daí decidi registrar. Espero que tudo esteja certo. Não estou com saudade de te ver. Prefiro saber que estás bem de longe. Espero que realmente estejas.

Preciso parar de escrever, a enfermeira chegou.

*

Trilha: EVERYTHING BUT THE GIRL - Single ( Brad Wood Memphis Remix), linda, da nova coletânea da banda: ADAPT OR DIE: TEN YEARS OF REMIXES.

9.4.05

MENINOS DE DEUS

Faça um favor a você mesmo e assista.







O T i g r e

(Título Original: "The Tiger")
William Blake
Tradução de Ângelo Monteiro


Tigre, tigre que flamejas
Nas florestas da noite.
Que mão que olho imortal
Se atreveu a plasmar tua terrível simetria ?

Em que longínquo abismo, em que remotos céus
Ardeu o fogo de teus olhos ?
Sobre que asas se atreveu a ascender ?
Que mão teve a ousadia de capturá-lo ?
Que espada, que astúcia foi capaz de urdir
As fibras do teu coração ?

E quando teu coração começou a bater,
Que mão, que espantosos pés
Puderam arrancar-te da profunda caverna,
Para trazer-te aqui ?
Que martelo te forjou ? Que cadeia ?
Que bigorna te bateu ? Que poderosa mordaça
Pôde conter teus pavorosos terrores ?

Quando os astros lançaram os seus dardos,
E regaram de lágrimas os céus,
Sorriu Ele ao ver sua criação ?
Quem deu vida ao cordeiro também te criou ?

Tigre, tigre, que flamejas
Nas florestas da noite.
Que mão, que olho imortal
Se atreveu a plasmar tua terrível simetria ?

7.4.05

TAXI

DA SÉRIE: NEM SE DÊ O TRABALHO

TAXI


Medíocre, mal-escrito, mal-interpretado e mal-dirigido.

Gisele


Este nem Gisele salva.

E AQUELA JAMANTA QUE NÃO VEM?

Jamanta


Deus é Naja

Estás desempregado? Teu amor sumiu? Calma: sempre pode pintar uma jamanta na esquina.

Tenho um amigo , cujo nome, por muitas razões, não posso dizer, conhecido como o mais dark. Dark no visual, dark nas emoções, dark nas palavras: darkésimo. Não nos conhecemos a muito tempo, mas imagino que, quando ainda não havia darks, ele já era dark. Do alto de sua darkice futurista, devia olhar com soberano desprezo para aquela extensa legião de paz e amor, trocando flores, vestida de branco e cheia de esperança.


Pode parecer ilógico, mas o mais dark dos meus amigos é também uma das pessoas mais engraçadas que conheço. Rio sem parar do humor dele - humor dark, claro. Outro dia esperávamos um elevador, exaustos no fim da tarde, quando de repente ele revirou os olhos, encostou a cabeça na parede, suspirou bem fundo e soltou essa:

-"Ai, meu Deus, minha única esperança é que uma jamanta passe por cima de mim..." Descemos o elevador rindo feito hienas.


Devíamos ter ido embora, mas foi num daqueles dias gelados, propícios aos conhaques e às abobrinhas. Tomamos um conhaque no bar. E imaginamos uma história assim: você anda só, cheio de tristeza, desamado, duro, sem fé nem futuro. Aí você liga para o Jamanta Express e pede:



-"Por favor, preciso de uma jamanta às 20h15, na esquina da rua tal com tal. O cheque estará no bolso esquerdo da calça".



Às 20h14, na tal esquina (uma ótima esquina é a Franca com Haddock Lobo, que tem aquela descidona) , você olha para esquina de cima. E lá está - maravilha! - parada uma enorme jamanta reluzente, soltando fogo pelas ventas que nem um dragão de história infantil. O motorista espia pela janela, olha para você e levanta o polegar. Você levanta o polegar: tudo bem. E começa a atravessar a rua. A jamanta arranca a mil, pneus guinchando no asfalto. Pronto: acabou. Um fio de sangue escorrendo pelo queixo, a vítima geme suas últimas palavras:

-"Morro feliz. Era tudo que eu queria..."


Dia seguinte, meu amigo dark contou:

- "Tive um sonho lindo. Imagina só, uma jamanta toda dourada..." Rimos até ficar com dor na barriga.

E eu lembrei dum poema antigo de Drummond. Aquele Consolo na Praia, sabe qual? "Vamos não chores / A infância está perdida/ A mocidade está perdida/ Mas a vida não se perdeu" ele começa, antes de enumerar as perdas irreparáveis: perdeste o amigo, perdeste o amor, não tens nada além da mágoa e solidão. E quando o desejo da jamanta ameaça invadir o poema, Drummond, o Carlos, pergunta: "Mas, e o humor?" Porque esse talvez seja o único remédio quando ameaça doer demais: invente uma boa abobrinha e ria, feito louco, feito idiota, ria até que o que parece trágico perca o sentido e fique tão ridículo que só sobra mesmo a vontade de dar uma boa gargalhada. Dark, qual o problema?

Deus é naja - descobrimos outro dia.


O mais dark dos meus amigos tem esse poder, esse condão. E isso que ele anda numa fase problemática. Problemas darks, evidentemente. Naja ou não, Deus (ou Diabo?) guarde sua capacidade de rir descontroladamente de tudo. Eu, às vezes, só às vezes, também consigo. Ultimamente, quase não. Porque também me acontece, como pode estar acontecendo a você que quem sabe me lê agora - de achar que tudo isso talvez não tenha a menor graça. Pode ser: Deus é naja, nunca esqueça, baby.


Segure seu humor. Seguro o meu, mesmo dark: vou dormir profundamente e sonhar com uma jamanta. A mil por hora.



CAIO FERNANDO ABREU, do livro Pequenas Epifanias

6.4.05

SET ME FREE WHY DONCHA BABE

Supremes



Acordar ouvindo The Supremes é uma das coisas boas da vida...

You Keep Me Hangin' On

Artists: The Supremes (peak Billboard position #1 in 1966)
Words and Music by Lamont Dozier, Brian Holland, and Eddie Holland

Set me free why doncha babe
Get out of my life why doncha babe
Cuz you don't really love me, you just keep me hangin' on
You don't really need me but ya keep me hangin' on

Why do ya keep a'comin' around playin' with my heart
Why doncha get out of my life and let me make a new start
Let me get over you the way you've gotten over me-hey

Set me free why doncha babe
Let me be why doncha babe
Cuz you don't really love me, you just keep me hangin' on
Now you don't really want me, you just keep me hangin' on

You say although we broke up you still wanna be just friends
But how can we still be friends when seein' you only breaks my heart again
SPOKEN:

Whoa-oh-oh

Set me free why doncha babe (Whoa-oh-oh)
Get out of my life why doncha babe (Whoa-oh-oh)
Set me free why doncha babe
Get out of my life why doncha babe

You claim you still care for me but your heart and soul need to be free
And now that you've got your freedom you want to still hold on to me
You don't want me or yourself so let me find somebody else, hey hey

Why doncha be a man about it and set me free
Now you don't care a thing about me, you're just usin' me-go on
Get out, get out of my life and let me sleep at night

5.4.05

VOX POPULI

As ferramentas de pesquisa trazem incautos leitores a este blog pelas seguintes expressões:

"angel+aretha franklin" A.D.O.R.E.I. (MSN Busca)
"kim carnes + letra + bette davis eyes" (Google)
"marcelo apaixonou-se por roberta" (Google)
"total eclipse of the heart + mp3" (Google)
"cantor ovelha" (Google)
"sabina spielrein" (Cadê)
"agora fora, esqueça" (Google)
"Sarita Catatau" (Google)
"pimpinela + siga seu rumo" (Google)
"estrela dalva + chacrete" (Metacrawler)
"Tristesa" (Google)

É minha gente, o brega dá audiência!

4.4.05

OS CÃES E EU

Hector



Este aí em cima é Hector, meu cão boxer-babão, de quem eu já havia falado aqui.

Aí, estou em Far Far Away e resolvo visitar a minha irmã. Ela me conta de um dia que voltava para casa e, quando percebeu, havia uma mascarada a perseguindo pela rua. Ela não teve dúvida, adotou e batizou de Zorra:


Zorra



Agora a Skol tem uma amiguinha pra rolar na sala.

Skol



*

Eu tô dizendo que a música brega me persegue. Eu entro no ônibus, sexta-feira, e o que toca no rádio?? Rosana, Nem Um Toque!!! Deitei o banco e caí na risada.

1.4.05

WON'T YOU TAKE ME TO FUNKYTOWN

Far Far Away



Antes de ir para Far Far Away, conversas telefônicas da família Cafeína:

- Pronto!
- Oi, pai, sou eu! Estás melhor da gripe?
- Bah, guri, esta gripe me derrubou!
- Tomaste remédio, pai?
- Não, foram só 20 dias. (!!!)
- Mas já estás melhor?
- Ah, agora eu tô bem.
- Que bom. A mãe tá por aí?
- TÔ NA LINHA!!!!

(Na casa dos Cafeína, eles adoram ouvir conversas telefônicas alheias)

- Tchau pai!
- Tchau, meu filho. Beijo pra ti!

- Oi, mãe! Estavas na linha ouvindo? Que feio!
- Ué, eu tenho que ver se não é pra mim, oras!
- Ah...
- Espera um pouco, meu filho. PAI, SAI DA LINHA!
- CLIC!
- Pronto, podes falar. Teu pai fica escutando a conversa dos outros...

*

DANCE TILL WE'RE HIGH

Image hosted by Photobucket.com



O Erasure, depois de lançar seu álbum Nightbird, um dos mais legais dos últimos tempos, caiu na estrada na turnê THE ERASURE SHOW. Normal, todos os artistas excursionam para divulgar seus cds. Só que, desta vez, a banda resolveu presentear os fãs com uma iniciativa fantástica. Quem vai a qualquer apresentação da turnê, pode ter o show todinho em cd duplo, em apenas 24 horas. É um serviço chamado Live Here Now, que faz gravações oficiais, com encarte e tudo mais, de concertos de música. Ou seja, você foi ao show de Londres no dia 05 de março, em 24 horas já podia fazer o download do álbum pelo site da LHN ou comprar o cd (por 10 libras)e recebê-lo em casa. Quando eu li isso fiquei bem impressionado, porque já ouvira falar do serviço, mas nunca para uma banda pop. As gravadoras estão finalmente se adaptando aos tempos de internet.



Claro que na fase norte-americana da turnê, o serviço estará indisponível "por questões legais". ...sem comentários...

Nightbird


*

Belly, o meu post do Moby foi em fevereiro. Aqui.

*