27.11.05

CLARICE

Riding Dog, por CALEXIco. (Londres, out. de 2005)

...e Marcelo manda a tal faixa do Drama, aquela do poema da Clarice, sabe? Eu adoro o jeito com que a Bethania diz a palavra "ja". Daquele jeito drama/Bethania de ser.


Eu vou tentar captar o instante já
que de tão fugitivo já não é mais
porque tornou-se um novo instante
Cada coisa tem um instante em que ela é.
Quero apossar-me do é da cada coisa.
Eu tenho um pouco de medo
medo ainda de me entregar
pois o proximo instante é desconhecido.


De Agua Viva

Quer ouvir, baixar, guardar? Aqui.


**



" Não tem pessoas que cosem para fora? Eu coso para dentro"

Vai dizer que a mulher eh deste mundo?? Pois nao pode ser.

***

5 comentários:

  1. Ela é maravilhosa. Vai costurando, com palavras, os pedacinhos e as dores da gente, o mais humano, o mais vivo; iluminando os escuros... Bjos com asas

    ResponderExcluir
  2. "Dez é como domingo. A gente pensa que domingo é o final da semana passada, não é? Mas já é o começo da outra. A gente pensa que dez é o fim de nove, não é? Mas já é o princípio de onze."
    CLARICE

    ResponderExcluir
  3. Aqui até os comentários são lindos...ai, ai...

    ResponderExcluir
  4. Ela... sem comentários.
    Agora a imagem!!! É lindíssima! Demais!!! BEijos!!!

    ResponderExcluir
  5. frases da semana:
    "Clarice no ecsiste" (Pe. Quevedo, em congresso sobre o possível trânsito de entidades superiores entre os seres normais.)

    rs.... adooro! (clarice, non quevedo!... bem, às vezes...)

    ResponderExcluir