28.12.05

MAIS

Mais ou menos madrugada, mais ou menos acordado.

Eu quero mais de tudo. Andar mais, para chegar a mais lugares. Amar mais, para chegar a mais gente. Conhecer mais, para chegar mais perto de mim. Eu quero escrever mais, para chegar mais perto de vocês. Assim tenho vocês sempre próximos de mim.

Queria lembrar menos, para sofrer menos. Sentir menos falta, para chorar menos. Gastar menos, para precisar menos. Segurar menos, para lamentar menos.

Mas eu sou todo instino, às vezes menos, às vezes mais. Instável, inseguro, insustenável. Me equilibro entre o menos e o mais para não cair no mais ou menos.

A verdade é que eu quero mais e não sabia como te dizer.


***

7 comentários:

  1. Anônimo1:47 AM

    que lindo alex
    vc me fez quase chorar, juro!!! parece que a gente sente as coisas de forma quase igual, vê o mundo da mesma maneira ... eu também gostaria de segurar menos, de saber simplesmente "let go"--mas é dificil né ...
    quero que vc tenho um ano novo maravilhoso, vou pensar em vc
    beijos do amigo tacel littledoll bonsai

    ResponderExcluir
  2. Anônimo9:24 AM

    essa historia de mais ou menos é complicada... isso porque, ja diziam os "de outros tempos" é bom ser quente ou frio... o morno não presta!!
    de qualquer modo, faça do seu jeito sempre, que é o melhor caminho. se for mais ou menos vc descobre depois... ehehe
    não vou ficar repetindo, nem mais, nem menos, a saudade que sinto de vc... por que essa é MAIS. sempre MAIS.
    agora o que vc nunca será na minha vida, por causa da distancia, é menos, isso nunca será.
    Então assim, nesse mais ou menos sentimental, que parece um gráfico de matemática, me despeço pedindo/repetindo que vc só faça por vc! (mas nao deixe de escrever por que meu deleite é dependente do seu habito/talento/refugio)
    bjs, cris

    ResponderExcluir
  3. Anônimo11:22 AM

    Negrinho,
    algumas vezes, juro, queria que você escrevesse menos e pior, pra que menos vezes eu precise chorar longe, pra que menos vezes a saudade cresça tanto que aperte o meu peito que fique difícil respirar...
    e aqui estou eu, novamente, com o rosto deformado, querendo atravessar meio mundo, tudo por uma xícara de café forte no inverno, um cigarro escondido e o seu sorriso...
    gra

    ResponderExcluir
  4. Anônimo12:49 PM

    Nossa muleki... fica assim não... eu também queria mais... foi pouco mesmo... fazia tanto tempo que nao conversavamos... e fiquei muito pouco... queria mais... pois tambem sinto muita falta ... sei que escreveste isso pensando em varias coisas... mas tomei suas palavras pra mim... Quero mais... Dá proxima vez direi "não", para ter mais... mais tempo contigo.
    Super abraço carinhoso, e um FELIZZZZZ 2006 cheio de sucesso viu... te amo.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo3:14 PM

    Negrinho, querido!
    Muito bom ter faldo contigo novamente...
    E tenho concluido sobre quase tudo que menos nunca é mais e muito ainda é pouco...
    Silvio

    ResponderExcluir
  6. Anônimo3:43 PM

    cigarro escondido... ainda tem MAIS essa!! ehhehehe
    bjs, cris

    ResponderExcluir
  7. Anônimo10:33 PM

    até parece que vc não sabia! hahahaha
    g.

    ResponderExcluir