7.1.06

THERE'S A HOME

Sacada



Uma das coisas (veja bem, COISAS) das quais eu mais tenho saudade aqui em Londres é o sol. Mais especificamente aquele sol que banhava minha sacada em Florianópolis. O mesmo sol que eu detestava por não me deixar assistir televisão à tarde, pois imponha seu reflexo na tela. Aí em cima, você vê registrado um dos meus últimos momentos no apartamento 701, do condomínio Valparaíso, na rua Fernando Machado, centro de Floripa.

Não é bucolismo hipócrita não. É real, palpável e autêntica a saudade que eu tenho da minha sacada iluminada. E do sol.

Confesso que eu gosto mais do sol da manhã. Alguém já pecebeu que de manhã o sol tem cheiro de novo? De grama recém aparada, café passado na hora, pão saindo do forno, "bom dia" de quem te ama, acordar com beijo, pão de queijo no caminho de praia, bronzeador em gel?

De manhã o sol ainda não deu conta de iluminar todas as paredes e a gente vê aquelas marcas da umidade que se escondem embaixo de uma marquise. Mais ou menos assim estamos nós a esta hora, frios da noite anterior ainda em processo de tirar o bolor.

Por estas bandas de cá, o bolor se mantém firme porque o sol não me alcança, porém aqueço a alma com o sol da minha sacada que queima aqui dentro."Ahhhhhhhhh. Como ele é chavão!"Tô nem aí proceis, detratores! Eu quero é sol!***

14 comentários:

  1. Anônimo11:02 AM

    nego bom, gostei da maneira sutil com a qual vc se mostrou!! sim, pois afinal, os pedidos foram grandes...agora vai ter mulher suspirando acordada....leonino de marca maior... gosto disso.
    bom, mas não posso esquecer que ainda ESTOU BRAVA com VC!! eheheh
    so pra colocar uma pimenta na nossa discussão, ne matilde?
    e no cartório não consigo postar um comentário sequer. tenho que vir pra casa, pode? fim da picada.
    hoje a noite tem festa, aproveito pra deitar e rolar na sua saudade daqui. Aniversário da Ro. Fica tranquilo que tomo umas quantas por vc la. amanha escrevo contando. mas não aqui, nao vai pegar bem....
    bjs, cris (viu, so? mandei bj... to uma mae... eheheh)

    ResponderExcluir
  2. Olá, faz um tempo ja que acompanho seu blog, é mto bonito a forma como se expressa, e que coisa mais linda, sentir saudades do sol da manha, a melhor e mais bonita parte do dia, junto com o por do sol, é a minha preferida...qdo quiser ir ate meu cantinho tbm, vou adorar recebê-lo.
    BJOS*

    ResponderExcluir
  3. Anônimo6:14 PM

    cuti cuti cuti...
    góin góin góin...
    tadinho do negrinho no frio londrino, sem sol, sem Floripa, sem a GRA!!! HAHAHAHAH
    querido, não fique tristonho... o calor aqui está infernal, baiano de colocar preguiça em qualquer alma penada que circule aqui por baixo...
    anyway, em dias de festas que sentimos ainda maior saudade de quem está longe, né?
    figura, amor da minha vida, vê se não me mata de ciúmes, hein? estou acompanhando o desejo desesperado de milhares de megeras pra entrar na sua fila, se cuida, viu?
    beijocas
    gra

    ResponderExcluir
  4. Anônimo7:08 PM

    a gra ta demarcando territorio, acho que ela ta pensando que sua legiao de fas fugira....
    bjs, cris

    ResponderExcluir
  5. Eu também acho o sol da manhã lindo. Mas essa tua melancolia, esse teu jeito de falar dela, essa tua saudade...Eita. Acho que sou uma das megeras as quais a grazi se referiu, pq sou muito tua fã. bjos

    ResponderExcluir
  6. Carminha11:18 PM

    Eu? Sagitariana. Vivo na Bahia. Rede. Sol de começo do dia. Varanda. Tudo perfeito. Até saudades, que também é do bem. Se enroscar como gato e se deixar ... Mas se prepare: como nada é pra sempre, ainda vai dar saudades das saudades.
    Adorei te achar!
    Vou ficar!
    Deixo um carinho e um cheiro de mar.

    ResponderExcluir
  7. Se você colocar esta foto mais uma vez, eu vendo tudo, junto os trapos, largo família e vou correndo já já para Londres.

    Adelaide

    ResponderExcluir
  8. eu já abraçei, já beijei, já enfiei o nariz no pescoço, já amassei, ja... MORRAM TODAS!

    ResponderExcluir
  9. Má com acento mesmo9:39 AM

    Puxa,
    Bom demais começar o dia com esse seu post. Porque o sol não brilha em BsB há algum tempo. Porque finalmente ponho um rosto aos teus escritos. Porque já morei na Polônia e sei a alegria contagiante e quente que um solzinho, por mais frio que seja, traz no coração...Tô ficando fã, hein?

    ResponderExcluir
  10. Anônimo10:10 AM

    Lindo texto, lindo escritor.Te daria calor e sol na medida exata, se vc permitisse...Faça a fila andar, pois estou nela desde q pus os olhos nestes textos que vc escreve...

    ResponderExcluir
  11. Eu tô aprendendo a desrespeitar filas.
    Cuidado.

    ResponderExcluir
  12. tem nada de piegas ou chavão. está um lindo lindo texto, coeso e gostoso.

    e tu é lindo, guri do sul!
    e eu te amo.

    ResponderExcluir
  13. Anônimo12:46 PM

    Aprendi que esta fila aqui ninguem vai respeitar, muito menos eu! Todo mundo fazendo escolinha com a MM Ro. Cuidado mulherada que eu atropelo todas facil facil (hahahahahahaha).
    O teu texto eh um chamego na minha saudade do Brasil CALEXIco. Ficou delicioso de ler.

    ResponderExcluir
  14. Anônimo12:49 PM

    ... e o fuso horario do teu comentario funciona so para Londres!! Sao 9:47am agora, aqui. Assinando por este e pelo comentario de cima: Patricia.

    ResponderExcluir