15.1.06

TROUBLE ME

Eu estou começando a cansar desta vida de diabético em confeitaria.

**

Há situações,caro leitor, que...

ATENÇÃO: lá vem mais momento revelação cafeína, ou você não está só, como preferir.

Como eu estava dissertando, há situações em que o mais digno é rir. Só porque o mundo já está superpopulado de gente estressada, mal-amada, perdida, invejosa. Só porque a pressão é uma merda. Só porque você tem mais o que fazer da vida do que perder seu tempo (e seus nervos) por tão pouco. Só porque não vale a pena.

**

Voltando à confeitaria, eu quero comer quindin e só me oferecem cocada dietética. Eu não quero! Não como! Não insiste! Gente chata... Se não for quindin, eu não como e pronto. I just won't go for second best, baby. Cocada diet não tem gosto de nada. Quindin é molhadinho, amarelinho, meladinho, docinho, gostosinho. É ou não é? É.

**

E os brasileiros que moram no exterior têm o hábito constrangedor de achar que entendem inglês e espanhol como ninguém.
Meu colega trabalha de faxineiro num complexo de escritórios em Canary Wharf, centro executivo de Londres. A chefe é colombiana e fala aquele inglês de border jumper, por isso resolve que usar sua língua materna facilita as coisas com os brasileiros, seus subalternos. E eles concordam, justamente por causa da tal "habilidade" poliglota vigente aqui. Eis que la jefa ordena:

- Ponga toda la basura fuera!

E não é que a criatura joga fora todas as vassouras???

Ele conta dando risada. Isto só serve para provar a minha teoria do riso.

**

Ando ouvindo sem parar esta coletânea recém lançada dos 10.000 Maniacs. Um cd com os sucessos e outro com raridades delicosas, molhadinhas, meladinhas, docinhas, amarelinhas, do jeito que eu gosto.

No repeat, I Hope That I Don't Fall in Love with You, Do cd de raridades e Trouble me do cd de hits. Altamente recomendável!

**

6 comentários:

  1. Teu blog tá uma coisa gostosa de ficar lendo e relendo e se deliciando com a elegância do teu design, com o que existe de vivo e quente nas tuas palavras. Deu vontade de sair de casa e bater na porta, na fantasia simples de que seria você meu vizinho, levar um café, um abraço, um carinho para tecer na madrugada. Ouvir.

    Ontem saí do show do Los Hermanos e as ruas do Rio de Janeiro faziam muito sentido. Naquela paz que nos objetiva, essa esquina me leva até, esse Ônibus me deixa em, esses passos me conduzem a. Fui parar no Arpoador com um amigo de Porto Alegre que foi embora hoje e esteve no show comigo. Encontramos outros amigos e era um luau e a lua era cheia e tinha violão e fumaça, amigos e sorrisos e risadas e cumplicidade... Deu vontade de compartilhar com você.

    O sol nasceu por volta das cinco da manhã. Eu voltei com os amigos, cantando, abraçado, as ruas da cidade novamente confusas e pequenas. Aquela sensação gigante e efêmera de que somos nós senhores das nossas ruas, passageiros de nossas opções, havia murchado com o sono e a embriaguez.

    Dormi o dia todo.

    Amo passar aqui e observar.

    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. adelaide11:40 PM

    Nossa, 10000 maniacs é um dos grupos que mais amo. Mas quem é a vocalista da coletânea, ou colocaram as músicas originais para gente se deleitar...

    ResponderExcluir
  3. eu ganhei esse cd delicia de aniversario. de vossa senhoria, por sinal.

    ja sabes que te adoro, lindo. vem me encher de beijos antes que eu va embora.

    ResponderExcluir
  4. Jr,

    Que bonito isto! Fiquei até acanhado. Adoro teus textos tb e estou sempre lá, lendo teus filmes.


    Adelaide,

    É 100% Natalie Merchant. Maravilhoso.

    Rou,

    Vou sim, me aguarde!

    Beijos a todos

    ResponderExcluir
  5. Olha não sei quem escreveu mais bonito, se foi o dono do blog ou o visitante, o Gigio. Uma coisa é certa Caléxico, um dia vamos nos deliciar com quindins. Eu tb não aguento mais as cocadinhas secas e dietéticas.

    Niña

    ResponderExcluir
  6. Ei, e se for uma cocada doce, molhada, melada? Hem? Hem?

    (heee... beijos, querido.)

    (ei, cada vez melhor isso aqui! tá valendo essa viagem, viu. ao menos para o texto.)

    ResponderExcluir