28.4.06

CAFEÍNA CLASSICS

Jane Fonda - Klute

Klute, de 1971, deu a Jane Fonda seu primeiro Oscar de melhor atriz, justamente fazendo o papel de uma prostituta envolvida num assassinato. Bem como costumadamente faz, o diretor Alan J. Pakula enrola e desenrola a trama à sua vontade, brincando com a noção de previsibilidade do expectador. Mas não é isto que faz de Klute especial. O que me chamou a atenção foi a estética do filme, variando entre o chic/moderno do mundo da moda, almejado pela protagonista (Bree Daniels), e a sujeira marginal das ruas de Nova Iorque, com seus crimes e perigos (representada muito bem pelo investigador taciturno John Klute).


Um roteiro impecável. Enquadramentos curiosos, sensíveis e expressivos. E aquela cara de filmão clássico dos anos 70, cheio de personalidade.


A primeira vez que eu vi Klute foi aos 14 anos. Revi quando tinha 20 e no ano passado. Fica cada vez melhor.



E no Brasil, ganhou o subtítulo de O Passado Condena.

Cartaz Original - Klute

27.4.06

O MEDO DOS OUTROS

Psicose


No dia 11, a Ticcia me recrutou junto com mais alguns bloggeiros a falar dos meus piores medos.

Eu tenho verdadeiro pânico de passagens estreitas, poços, túneis e qualquer estrutura, natural ou confeccionada pelo homem, que sufoque, permita entalar, encerre. Não sei se é de tanto ler Edgar Allan Poe ou de tanto me meter em passagens estreitas, poços e túneis quando criança. ho ho ho.

Claro que eu tenho medo da morte. Muito mais da morte dos outros do que da minha, eu acho. Ficar é sofrer. E eu tenho mais medo de sofrer do que morrer.

Tem me acometido ultimimamente um medo absolutamente impensável para mim em outros tempos: o de perder a fé. Quando eu falo em fé eu quero dizer aquela esperança iluminada que a gente tem no Brasil, de que tudo vai dar certo, de que Deus é bom, de que o sol sempre brilha no amanhã, de que depois das torrentes nós sempre encontramos um abrigo. Aqui na Inglaterra existe um pensamento frio de toma lá, dá cá, que te bagunça o conceito de fé. Eu vivo pedindo sinais e os interpretando conforme eles aparecem.

Eu tenho medo de não amar mais. De não ser mais visceral no amor como antes, por já saber que não existe uma rede de proteção me impedindo de me espatifar no chão. Porque eu sou um namorado dedicado, apaixonado, meio grude. Quer dizer, fui. Será que na próxima continuarei sendo? Não sei.

Eu tenho medo de pessoas egoístas. De pessoas rudes, mal-amadas, não-amadas, recalcadas, amargas e daqueles que pensam que todos são um bando de idiotas e só eles sabem fazer direito. Pessoas assim passam por cima de quem for e só deixam feridas. Eu tenho pena deles também. Ninguém os quer porque eles são assim e eles assim são porque ninguém os quer, um caso triste do efeito Tostines. Eu tenho medo de objetos que se movem sozinhos. Não precisa explicar, não é?Não vou passar adiante para ninguém em especial. Se você leu e ficou com vontade de fazer, só deixe um aviso aí nos comentários. Pode ser legal. **Voltaremos em breves instantes com nossa programação normal.



26.4.06

SANTÍSSIMA TRINDADE

E no próximo fim de semana acontece o festival de Coachella, na Califórinia, onde se apresentam Massive Attack, Daft Punk, Sigur Ros, Franz Ferdinand, Bloc Party, Carl Cox, Cat Power, Paul Oakenfold, Scissor Sisters, o chato do James Blunt, Mylo, Grabriel & Dresden (de quem eu muito já falei aqui), Seu Jorge (sem Jamanta Carolina), além é claro destes que figuram no poster fake confeccionado por minha pessoa. Bato cabeça pelos três.

O melhor de tudo é que nós, pessoas normais que não moram na Califórnia (não que as que lá moram sejam anormais), podemos assistir a tudo pela internet, graças à AT&T americana.

Line up completo, com a lista de todas as bandas e DJs do evento em www.coachella.com .

Era isso.

BORRA DE CAFÉ


A transposição da minha visão do mundo (este que vive nos espremendo para ver o que tem dentro) para este blog independe de você estar aí do outro lado.

Mas você estando é melhor.

Independe de você concordar, aprovar, censurar, se identificar.

Eu sinto vocês lendo. Eu sei quando todo mundo se constrange e não comenta. Eu sei quem entra todos os dias e quem vem de vez em quando, quantas vezes vem, por onde vem, de que cidade, através de qual provedor, quantos minutos fica, qual o último post que lê antes de ir embora, sistema operacional e até definição do monitor...

Para mim, não importa que me venham 30, 300 ou 3000 de vocês aqui por dia, desde que vocês não saiam de mãos abanando.

Não tenho blog para virar celebridade, muito menos competir com ninguém. O Cafeína existe como uma extensão de mim, um desdobramento que torna viver mais aparentemente viável nos momentos mais brutos. É meus ouvidos, olhos e sentidos, virados do avesso em palavras, imagens e sons.

E quando o mundo me espremer, quero deixar respingar aqui o que de mais interessante e verdadeiro há em mim.

**Foto: Patrick Demarchelier

TO THE DARK AND ENDLESS SKIES

Este ao vivo de Isaac Hayes é um primor, minha gente. Principalmente se você gosta de soul dos anos 70 como eu.

São 29 faixas, começando por Theme From Shaft, passando por Light My Fire, Never Can Say Goodbye e uma versão incrível de It's Too Late (de Carole King) até uma longuíssima Ain't no Sunshine. Cento e seis minutos e trinta e oito segundos orgásmicos, lhes garanto.

Só para dar um gostinho
,
The First Time Ever I Saw Your Face.

25.4.06

COLISÕES, VERMELHO, AMARELO E VERDE


Bem, eu não sou uma passoa chata, insistente, umbiguista, portanto basta de falar do acontecido. Divagações a respeito das inúmeras e complexas formas como as diferentes realidades sociais se chocam no mundo em que vivemos ficam suspensas. Quer saber como eu me sinto, o que eu penso a cerca do tópico, assista a Crash. Está tudo lá e nada mudou.

Tudo são colisões. Melhor ser um dos feridos do que um dos mortos. E sobreviver, como vocês devem muito bem ter observado, é a minha especialidade.

**

Há futuras colisões que me preocupam, mas isto é outra história.

**

São oito da manhã, nada de dormir. Daqui a 12 horas trabalho.

**

Eu sonho com cores.

Um vemelho intenso, porém sóbrio.
Um amarelo discreto, porém irradiante.
Um verde de parede branca manchada de humidade invernal. Com todas as nunances aveludadas do mofo. Um verde complexo e dotado de vários tons e relevos irregulares contra o qual tanto o vermelho intenso como o amarelo discreto combinam.

Obviedades, caro freguês, agora em cores.


24.4.06

WHEN I THINK OF THIS MY FINGERS TURN TO FIST

Ontem, eu vi, senti na pele, que em Londres, aqui mesmo no dito primeiro mundo, tem violência. Uma gang de 11 adolescentes, meninos praticamente, entraram no ônibus que me leva para casa de volta do trabalho e me espancaram aos pontapés quando me recusei a entregar dinheiro e celular.

E não me venha você enumerar as barbaridades que acontecem no Brasil a toda hora e dizer que "isso não é nada", porque quem está roxo por dentro e por fora sou eu.

**

Tem um lado mais triste ainda: este "resto" da população, habitantes dos "concil flats", sem possibilidades, oportunidades é, em sua maioria, formado por imigrantes de ex-colônias britânicas. Dá pena.

Mas também dá raiva.

22.4.06

RÁPIDO



E daí que você saiu do trabalho às 4:30 da manhã e já tem que voltar às 4:30 da tarde?

Cada um tem a vida que escolhe para si. Bem verdade.

**

Ouvir Gotan Project ao cruzar Londres a pé de madrugada é uma experiência quase metafísica. Acho que a música, por tocar diretamente lá no ouvido, desperta uns sentidos há muito esquecidos pelo vivente e, acima de tudo, dá mais vida ao que está à sua volta.

**

Agora me diz: por que é que este mundo precisa ser tão rápido, barulhento e inconstante? Eu queria tanto, mas tanto, uma casa no meio do nada, um bule de café passado, uma pilha de livros e um buldogue preguiçoso. Sem telefone, rua, carro, gente.

**

E aí eu me revolto com o mundo ouvindo o último do Nine Inch Nails que é bom de doer. Também, com um título desses...

NIN



21.4.06

CÃES GALGOS, O NIILISTA E A SUDANESA

...eu, outro dia, estava tomando um café - feito de um grão marroquino geneticamente modificado - e pensei em como a felicidade é uma coisa abstrata e relativa. Em como o "ser feliz" do outro não me serve e o meu contentamento não é sonho de consumo de muita gente que eu conheço. Depois que o café "bateu" com mais força eu cheguei a me perguntar se a gente, pela própria natureza, não nasceu mesmo para buscar e nunca alcançar. Sabe aqueles cães galgos, de corrida, que vão, vão, vão achando que estão indo, mas na verdade só estão dando voltas no mesmo circuito? Não será assim conosco? A vida nos sacode uma possível recompensa (um amor, uma oportunidade, um emprego, um filho, um carro, uma casa de frente pro mar, uma cura) e nos faz correr sem parar. Engraçado alguém como eu articular uma teoria dessas, já que eu não sou um niilista.

É que foi a Gláucia lá postar um conto do Caio, justamente um dos que ele escreveu ainda em Londres, e esta coisa da ex-perança que se sente morando na capital inglesa não me saiu da cabeça.

Mas eu não sou um galgo ex-perançoso que corre em círculos achando que está indo, ou que vai chegar.

**

Enfim, na minha mudança só tinha lixo, Glau. Nada de purpurina.

**

Ah, a modelo na foto acima é Alek Wek, carinhosamente apelidada por Tacel de Bib's, a sudanesa que deu certo.

Bib's





17.4.06

REÍRNOS COMO HERMANOS

Diferente

En el mundo habrá un lugar
para cada despertar
un jardín de pan y de poesía

Porque puestos a soñar
fácil es imaginar
esta humanidad en harmonía

Vibra mi mente al pensar
en la posibilidad
de encontrar un rumbo diferente

Para abrir de par en par
los cuadernos del amor
del gauchaje y de toda la gente

Qué bueno che , qué lindo es
reírnos como hermanos
Porqué esperar para cambiar
de murga y de compás.

Eduardo Makaroff

16.4.06

O QUE TRAZES PRA MIM?

Feliz Páscoa, otário!

Aqui na Inglaterra não só sexta, sábado e domingo são feriados, como também a segunda-feira. Depois nós brasileiros é que somos os folgados. Sim, porque enquanto eles vão passar o feriadão nas Ilhas Canárias, nós é que trabalhamos.

Não, não estou revoltado. Foi só uma observação-zinha.

**

Lunático

Mas para falar em coisas boas, o novo do Gotan Project chama-se Lunático (o nome do cavalo de corrida de Carlos Gardel) e está aqui do meu lado, tocando sem parar. Assista o vídeo de Diferente, o primeiro single, no site oficial do grupo. Genial.
**
E aqui é primavera total. Sem tirar nem pôr. Margaridas por todo lado.

13.4.06

EASTER EGG

Estamos em recesso de Páscoa aqui na redação.

Pode ser que voltemos para algum boletim informativo excepcional.
Pode ser que dê a louca e liguemos as prensas às pessas.
Pode ser que a rainha morra sem avisar ou que Elisabeth adoeça.
Pode ser que Elton se separe ou arme barraco.
Pode ser que
Pode ser
Pode

...

Enquanto isso eu vou lendo:



Ouvindo:



THE WALK (Infusion Mix) - The Cure
SITUATION (Richard X Remix) - Yaz
LIPS LIKE SUGAR (Way Out West Remix Edit) - Echo & The Bunnymen
NEED YOU TONIGHT (Static Revenger Mix Edit) - INXS
SHAKE THE DISEASE (Tiga Remix) - Depeche Mode
A LITTLE RESPECT (Jaded Alliance 'Electrospect' Remix) - Erasure
NEW SONG (Peter Black & Hardrock Striker Mix Edit) - Howard Jones
FOREVER YOUNG (Hamel Album Mix) - Alphaville
BIZARRE LOVE TRIANGLE (The Crystal Method Extended Mix) - New Order
WHITE LINES (DON'T DON'T DO IT) (Elite Force Mix) - Grandmaster & Melle Mel
GIRL U WANT (Black Light Odyssey Mix) - Devo
NOWHERE GIRL (Adam Freeland Remix) - B-Movie
BOY (DJ Irene Rockstar Mix) - Book Of Love
SUEDEHEAD (Sparks Mix) - Morrissey

Assistindo:

9.4.06

SHAKE THE DISEASE



Ai que preguiça de postar.

Foto do Depeche Mode, segunda-feira, aqui em London, London.

Não, eu estava trabalhando.

Here is a plea
From my heart to you
Nobody knows me
As well as you do
You know how hard it is for me
To shake the disease
That takes hold of my tongue
In situations like these

Understand me

DM



7.4.06

PARA RESPONDER SÓ COM IMAGENS

Chupação do post da Lu, no Uh Baby!

NOME:



SOBRENOME:



NOME DO BICHO DE ESTIMAÇÃO:




IDADE:



ONDE PERDEU A VIRGINDADE:



UM MAU HÁBITO:



UMA FRUTA OU VEGETAL:



COMIDA FAVORITA:



BEBIDA FAVORITA:



ANIMAL FAVORITO:



COR FAVORITA:



LUGAR FAVORITO:



BANDA FAVORITA:



UM FILME:



SUA MODA:



SEU HUMOR:



FELICIDADE É:



O AMOR É:



SEU MUNDO É:

SÓ PARA DIZER

Oi!

6.4.06

MSN & THE CITY

Eu: É normal, eu também me envergonho dos depoimentos que escrevi no Orkut.
Ms. Gellah: Nada, é o meu testemunho mais bonito. Fiquei toda boba.
Eu: ...dai eu chego à conclusao que a gente vai ficando mais e mais cínico com relacao a vida..
Ms. Gellah:Não é???
Eu: ...achano que o bacana é ser blasé...
Ms. Gellah:isso é tão verdade :/
Eu: ...não se importar...só que o foda é que a gente se importa mais e mais...e acaba se distanciando por não achar legal expressar...e se auto-sabota
Ms. Gellah::-O
Ms. Gellah: vc escreva isso, sr. CALEXIco.
Ms. Gellah: no seu blogue!

**

Eu: E aí, MCA! Como estão as coisas nos States?
MCA: Ótimas. E você, já ocupou o coração?
Eu: Nada ... desocupadíssimo. E o seu?
MCA: Olha só: grego, divorciado, engenheiro, do tipo que abre a porta do carro, te ajuda a vestir o casaco.
MCA: ... amarra seu sapato...
MCA: e o melhor : paga tudo!!
MCA: bem do jeitinho q eu gosto!
Eu: Gargalhadas!!
Eu: tu adoras um rico separado, né?
MCA: melhor que solteiro pobre!

**

4.4.06

VICIADA EM CAFEÍNA

RÁPIDAS

Madonna Virgin Tour



Madonna, bonitinha, vai sair em turnê, disseram ontem todos os jornais da Inglaterra. A gente fica feliz da vida, óbvio.

Gláucia, Leão com ascendente em peixes e lua em sagitário é tão calmo, tão paciente, tão querido que as pessoas chegam a achar que é simploriedade nossa. Não é para dar medo, é para colocar as pessoas no seu devido lugar. Enfim, um dia te explico.

Silvio Nino, você, em breves instantes, receberá um e-mail de teor confidencial que se auto-destruirá 5 segundos após sua leitura.

Raphael, o acústico do Erasure é fantástico mesmo. Obrigadão pelo post!

Ticcia, baixaste Heroes? Gostaste?

Ual, isso aqui é casa de gente louca, não repara.

3.4.06

HELDEN


Eu devo estar te odiando agora. Não precisa me olhar não, eu sei que é difícil a gente cravar olhos nos olhos numa hora como essas. Só me escuta bem. Não é porque eu esqueço que eu necessariamente perdôo.

Engraçado isso de a gente, por distração, esquecer dos erros alheios e não guardar rancor. Pouca gente consegue.

Não importa o resto. Você deixou o tempo passar de medo, de fraqueza. Agora vai ter que acertar as contas. E é a minha vida que você vem complicar? Agora sou eu que vou ter que me virar do jeito que for para arrumar a tua bagunça? Não. Desta vez é você quem vai resolver seus problemas, porque na vida é assim: a gente está sozinho e ponto final. E deve agir de acordo. Fazer as coisas por si. Não depender de ninguém. Um dia te jogam na cara, um dia alguém te cobra um favor que você não pode retribuir, um dia, um belo dia, te fitam bem dentro do olho erregalado e te gritam que você não sabe fazer nada sozinho. E você se sente o pior verme do mundo por ser a mais simples verdade.

Sabia que nem todo orgulho é ruim? Às vezes faz bem ter um pouco.

E não é só de orgulho, de moral, de auto-estima que eu estou falando, é de querer o melhor para si, de ter ambição. De querer um amor, crescer, ganhar dinheiro para ter uma vida mais confortável, de proporcionar coisas cada vez melhores pra você e para quem você ama. Que bobagem mais folhetinesca, não é? Tão óbvio e você ainda não sabe.

E vê se pára de se preocupar com o que estão pensando a teu respeito, não se trave por causa do olhar que você fantasia que o outro tem sobre você. Não importa. Se ele te lê, te admira, faz chacota, debocha, fala mal. Não interessa. Bad karma pra ele, entende? Você precisa viver agora, pra você. E ninguém mais.

Agora passa a resolver tua vida!

Just for one day.

2.4.06

DIRTY HARRY & MSN

Ontem passou no Channel 4 o show do Gorillaz. Baseado no último álbum, Damon Days, eles apresentaram DARE, Dirty Harry com um coral de crianças e Feel Good Inc., obviamente. Tudo ao vivo, com um visual fantástico, orquestra, corais, rappers, DJs.

Muito embora não seja pra mim a favorita do cd, Dirty Harry ganhou uma batida irrestível ao vivo.


E graças a Deus pelo MSN Messenger.

Deu pra matar a saudade um pouquinho...


1.4.06

SINGLES



Pet Shop Boys - I'm With Stupid & Massive Attack - Live With Me

"See you on the TV
Call you every day
Fly across the ocean
Just to let you get your way
No one understands me
Where I'm coming from
Why would I be with someone
who's obviously so dumb?
Love comes
Love grows
every time you rise to meet me
take my hand to greet me
Love comes
Love grows
and power can give a man
much more than anybody knows

Oh-oh, I'm with Stupid "

**

"It don't matter, when you turn
Gonna survive, live and learn.
I've been thinking about you baby
By the light of dawn, and in my blues
Day and night, I been missing you

I've been thinking about you baby,
Almost makes me crazy,
Come and live with me"