15.5.06

RICH BITCH

Meryl Streep veste Prada

Nino,

O Diabo Veste Prada, o filme, tem data de lançamento marcada para dia 30 de junho. E olha só quem faz a editora de moda belzebú. Este a gente vê juntos!

**

Alguém pode me explicar direito o que está acontecendo em São Paulo? Medo.

**

"Um abajur cor-de-carne, um lençol azul, cortinas de seda..." Alguém aí já parou para pensar em como Menina Veneno é brega?

**

- Por que você sumiu? Eu te fiz tanto dano?
- Não sumi, apenas me ausentei de você.
- Eu queria saber falar complicado como você para poder te dar uma resposta.
- Pode ser que para você o meu falar seja complicado, mas o meu sentir sempre foi muito simples. Contigo é o contrário. Eu sumi pra você porque nunca deixei de te amar e continuar em contato faria doer e não permitiria que as feridas fechassem. Eu não queria mais te desejar e nem ter ciúme de quem estivesse contigo. Fui claro? Deu pra entender desta vez?
- Deu. Mas eu não sei o que te dizer. Faz tanto tempo já e eu estou...
- Está namorando, seguiu em frente. Amando outro. Eu sei.
- Mas eu sempre penso em você. Também te amo. Me preocupo, quero saber de ti.
- Não se preocupe, eu me cuido. E vou amar de novo, quando chegar a hora, quando puder ser inteiro e feliz.
- Sabia que eu te admiro? Desde que a gente se separou você está sozinho e segurando a barra como uma fortaleza. Eu não aguentaria 6 meses sem ninguém. Muito menos suportaria sentir tudo isso num país estranho, sem amigos nem família para dividir a dor.
- Há certas dores com as quais a gente se acostuma. Ao ponto delas não nos afetarem tanto. Eu continuo sendo o mesmo cara feliz, entusiasmado, palhaço, amigo, curioso que você conheceu há 5 anos. Só às vezes que você me dói. Numa música, num filme que vimos juntos, em alguém que conta que te viu. Mas é cada vez menos. Eu sou muito tranquilo.
- Eu sei. Sinto saudade da paz que me dava de te ver dormindo.
- É nisso que o teu sentir é complicado.
- Como assim?
- Na dubiedade. Assim você me amarra. Me aprisiona sendo teu. E quando eu estiver quase me libertando, você aparece de novo e me rouba de mim. Tá na hora de acordar, volta para a tua vida aí que ficou te esperando, e me deixa com a minha. Agradeço a preocupação, não me leva a mal com o que eu vou dizer agora, mas eu estou melhor sem você. Eu não queria dizer isso assim escrito, porque não faz juz à minha honestidade ao sentir e você pode entender como desaforo. Eu quero que você, se realmente me ama, fique feliz por eu estar melhor assim. E não me diga mais que o outro não faz o que eu fazia, nem me fale do gosto do meu beijo, nem da nossa intimidade até então imbatível. É muito feio.
- Tá.
- Beijo.
- Beijo.

9 comentários:

  1. As vezes tu és de uma integridade desconcertante. Cada vez te admiro mais.

    ResponderExcluir
  2. Anônimo6:03 AM

    Negrinho querido!
    Veremos Meryl Streep fazendo Anne Wintour e muitos outros filmes juntos...
    Se sobrar algo dessa cidade é claro!
    O clima aqui está mais para Apocalypse Now, por enquanto...
    Beijos!
    Silvio, o nino

    ResponderExcluir
  3. Primeiro: Obrigado!
    Li o livro e creio que a Meryl caiu como uma luva, espero que o filme faça jus.
    bjaum

    ResponderExcluir
  4. Ana Lucia10:26 AM

    Vc é forte. De uma força que não sei se invejo. Ficar só, sem ser seduzido pela idéia de dividir ou esquecer a dor é pra poucos. Às vezes, penso que esses descompassos do coração deveriam ser proibidos por decreto. Em tons de cinza seria a vida, se esse meu desejo se concretizasse. Desejo-te a inteireza que vc mencionou e um amor que fique, porque os amores não deveriam partir nunca. BEijão.

    ResponderExcluir
  5. Má com acento mesmo10:52 AM

    Meu lindo,

    Sofrer uma dor assim, em tudo que ela tem de bom e de ruim, em outro país, fala do seu caráter e da sua integridade. Eu não me preocupo com você pois sei que depois que isso tudo passar (e passa) você estará num céu em que ninguém te alcança e ainda melhor (por incrível que pareça)

    ResponderExcluir
  6. Alguém sumiu da minha vida...e diz que me ama...o silêncio me dói...a ausência é física...extraño...
    Life goes on my friend, it's just a moment and this time will pass...estamos neste barco...
    .."and i will go down with this ship; and i won't put my hands up and surrender; there will be no white flag above my door, i'm in love and always will be..."

    ResponderExcluir
  7. D.I.V.A.

    Menino, aqui na minha cidade ontem estava um caos. Queimaram ônibus, mataram um juiz, botaram fogo no fórum... agora já está "tudo" normalizado. Voltemos aos crimes comuns.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Um corte total, nem que seja por um tempo apenas, é um gesto de respeito com o outro, não de crueza. Para que ele possa começar-se de novo. Um pais novo, com novos amigos, parece uma oportunidade bem boa! Boa sorte ;) Beijo
    Banda sonora do comment: "Interesse", Pedro Luís e a Parede com Ney Matogrosso...

    ResponderExcluir
  9. Uau! Eu queria conseguir ser direta e clara assim.
    Mas sinto que já aprisionei muita gente pela dubiedade. E infelizmente, não foi sem querer. É esse sentimento pequeno, egoísta e possessivo falando mais alto.
    Ainda bem que você consegue ser racional e exigir a liberdade.

    ResponderExcluir