6.7.06

Alea Jacta Est

É engraçado como em alguns filmes as pessoas são civilizadas, os encontros são tenros e as soluções mágicas. Alguns poucos diretores conseguem isolar a ficção das falhas do mundo real, um deles é Woody Allen. Preste atenção nos apartamentos decorados de uma forma absurdamente estilosa, as ruas tranquilas, transitadas apenas por velhinhas passeando com seus cães comportados, boa música tocando em qualquer bar frequentado pelos personagens e uma limpeza que beira a assepsia.

Match Point é primeiro filme de Allen ambientado em Londres, contrastando com a paranóia da Nova Iorque dos anteriores. O meu único porém - e aqui não posso fazer calar a experiência própria - é que esta Londres não existe. Não há estrangeiros, os ricos não falam palavrão e bebem moderadamente. As ruas do West End não são engarrafadas, Convent Garden não está atrolhado de turistas orientais com suas câmeras digitais e os dias são de sol eterno.

O estoicismo enervante dos personagens em nada lembra a histeria gostosa de Annie Hall e, muito embora os atores sejam bons, falta ao filme aquele gosto de gengibre tão característico das obras do diretor: é trágico, é sério, mas lá no fundo da boca a gente sente arder um humor irônico e crítico ou vice-versa, pode parecer engraçadinho, mas lá no fundo é sério. E este gosto só se consegue com o timing perfeito, a maneira especial de se entonar uma fala, trazendo nela, ao mesmo tempo, pungência e leveza. Por incrível que pareça, a única que parece ter sangue nas veias aqui é Scarlett Johansson, fazendo o papel da aspirante a atriz absolutamente em paz com sua sexualidade, mesmo tentando superar as durezas da vida.

Há méritos, não me entenda mal. Woody Allen pode estar velhinho, mas ainda lhe falta um tanto para que perca a mão. O roteiro é coerente com sua premissa inicial: no mundo, assim como no jogo, ter sorte é tudo. E esta teoria é levada às últimas consequências com maestria inugualável. Não fosse pelo elenco, Match Point poderia estar entre os melhores filmes do diretor.

TOP 5 Woody Allen

1.Noivo Neurótico, Noiva Nervosa
2.Manhattan
3.A Era do Rádio
4.Tiros na Broadway
5.Zelig

Nenhum comentário:

Postar um comentário