18.8.06

Ai que febre!

No capítulo de hoje, Dra. Vergonha Nakara ficou fúccia com a cara-de-pau da sósia de Lilly Tomlin que, mexendo seu caldeirão, jogou a última asinha de morcego na poção maldita para se tornar a avó dos infernos. "É melhor assim, ele que pense que a Clara morreu."

*

Charlton Heston está se sentindo só depois da morte da tia-avó de Sophia Loren.

*

E os três casais mais inúteis da novela se encontram no bar.

-Me vê um whisky cowboy!
-Com ou sem cavalo?

Ah, este Maneca ainda me mata de rir...

**

Ah, eu já ia esquecendo...a fotógrafa meia-boca levou um beijo super violento do irmão do Jamanta. Teve bate-boca e tals, mas no final ela tava bem facinha querendo mais.

**

E o Beija-flor discute a relação com Deborah Evelyn-Carpenter que voltou pra Yoga, ginástica e limpeza de pele. E ela veste um pretinho básico, porque, afinal, preto emagrece.

"Não existe mulher mais disponível e mais avulsa do que mulher mal-casada."

clap clap clap clap clap!!!


"Você não vai a lugar nenhum! Se você sair daqui, eu me jogo pela janela!"

[Provavelmente lá embaixo estará a sósia de Lilly Tomlin gritando "Pula! Pula! Pula!"]

E agora a ficha caiu para Beija-Flor: ele casou com a versão anoréxica da própria mãe... veja bem....

**

A filha de Natália Não-Valle quer morar com o pai pinguço, disse ao avô.

-Mas meu amor, seu pai é alcoólatra! Você precisa ter bons exemplos à sua volta.
-E a minha mãe louca e vagabunda é bom exempo?

**

Ah, não esqueçam que o cunhado inútil vai morrer, viu?

**

Olívia, a crespa, choooora, choooora, chooora...e agora vai recitar um poema de família para Top Gun, escrito por uma "inglesa do século dezenove".


Nenhum comentário:

Postar um comentário