16.8.06

Cafeína Classics - Like a Virgin

Madonna por Steven Meisel

Em 1984, depois do relativo sucesso de seu álbum de estréia, Madonna arregaçou as manguinhas e bateu o pé na hora de escolher o produtor de seu disco seguinte. Queria porque queria Nile Rodgers, famoso produtor da banda CHIC, que já havia trabalhado com Diana Ross, INXS, Kim Carnes e David Bowie.

O resultado foi o álbum mais bem sucedido de uma artista mulher na história da música pop até então: quase 20 milhões de discos vendidos (recorde este batido apenas por Alanis Morissette, contratada pela própria Madonna para seu selo Maverick)e ficou 108 semanas nas paradas norte-americanas.

Não é o melhor álbum de Madonna, mas tem os sucessos mais emblemáticos que a definiram como ícone pop: Material Girl e Like a Virgin. Nas faixas menos conhecidas, como Angel ou Love Don't Live Here Anymore (cover de Rose Royce), percebe-se como o funk e a batida inconfundível de Nile Rodgers combinam com os vocais quase adolescentes de Madonna.

Diz a lenda que ao apresentar-se no MTV Video Music Awards de 1984, cantando Like a Virgin vestida de noiva, Madonna escreveu um capítulo definitivo na história das cantoras pop. Não é à toa que ao homenageá-la em 2003, a MTV escolheu Christina Aguilera e Britney Spears para cantarem a mesma música que fez de Madonna quem ela é hoje.

Falando em hoje, há 48 anos nascia Madonna Louise Veronica Ciccone, no hospital Bay City Mercy às 7:05 da manhã, com sol em leão e lua em virgem.

Ave Madonna!

Nenhum comentário:

Postar um comentário