9.11.06

Iluminado

Este foi um ano de filmes bem bons, pelo menos para mim. Teve O Tempo Que Resta, de Françoise Ozon; C.R.A.Z.Y., do canadense Jean Marc Vallée; Caché, de Michael Haneke; Volver, de Almodòvar; teve Neil Jordan em Plutão, De Palma com Dália Negra, Miss Sunshine, enfim, filmes que exigem do expectador um pouco de atenção e sensibilidade, mas que, em compensação, divertem e instruem. Daí fica difícil para os meia-boca, não é mesmo? Eu achava que o meu ano de filmes bons estava encerrado.

Eis que então eu fico de boca aberta com a estréia de Liev Schreiber na direção, em Uma Vida Iluminada (Everything is Illuminated, 2005). No elenco, Elijah Wood (o Frodo, de O Senhor dos Anéis), o ucraniano Eugene Hutz (vocalista da banda Gogol Bordello, presente na trilha sonora) e Boris Leskin; além, é claro, da cachorra Sammy Davies Jr Jr, impagável.

Baseado no romance autobiográfico homônimo de Jonathan Safran Foer (que faz uma ponta), o filme narra a busca de Jonathan (Elijah) pela mulher que salvou a vida de seu avô, na Ucrânia, durante a segunda guerra. O visual é um espanto de lindo, a trilha de canções ucranianas, fantástica e os momentos, especialmente nos últimos 30 minutos de filme, conseguem ser daqueles que ficam gravados na retina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário