26.4.07

Perdoando Deus



"Talvez eu me ache delicada demais apenas porque não cometi os meus crimes. Só porque contive os meus crimes, eu me acho de amor inocente. Talvez eu não possa olhar o rato enquanto não olhar sem lividez esta minha alma que é apenas contida. Talvez eu tenha que chamar de "mundo" esse meu modo de ser um pouco de tudo. Como posso amar a grandeza do mundo se não posso amar o tamanho de minha natureza? Enquanto eu imaginar que "Deus" é bom só porque eu sou ruim, não estarei amando a nada: será apenas o meu modo de me acusar. Eu, que sem nem ao menos ter me percorrido toda, já escolhi amar o meu contrário, e ao meu contrário quero chamar de Deus. Eu, que jamais me habituarei a mim, estava querendo que o mundo não me escadalizasse. Porque eu, que de mim só consegui foi me submeter a mim mesma, pois sou tão mais inexorável do que eu, eu estava querendo me compensar de mim mesma com uma terra menos violenta que eu. Porque enquanto eu amar a um Deus só porque não me quero, serei um dado marcado, e o jogo de minha vida maior não se fará. Enquanto eu inventar Deus, Ele não existe."
Clarice Lispector, Perdoando Deus

Isso é porque hoje em Porto Alegre chove igual chora alguém que perdeu um pedaço imprescindível de si, chove e pára, chove e pára, mas parar mesmo não. Venta demais. Às 3 e 45 da manhã. Das cortinas e portas batendo. Naqueles momentos insones em que a gente pensa: amanhã já é hoje e ai que descaso, que descrença, que cansaço, que falta de luz. Que grito empedrado é este? Se fosse um suspiro, um alívio, uma punchline, mas é um grito. O pior é que não chega a ser um tormento, porque os tormentos a gente expulsa sem pensar, faz parte da fisiologia humana. Mas esta coisa que não é nem branco nem preto nem cinza, eu não sei o que fazer com ela, muito menos que nome dar. É uma afliçao para qual a linguagem me falta. A gente precisa seguir, não é? Não é isso? Seguir. Então tá, "seguir" hoje pra mim será dormir. Ao acordar, Deus há de me fazer o favor de amanhecer outro eu com mais vida.

*Se você pensou que este era um post de auto-ajuda, sinto lhe informar, você se deu mal. Ajuda está em falta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário