6.6.07

Parente é Serpente

A idéia que muitos têm de cinema europeu é de que seja alguma coisa confusa, lenta e cheia de metáforas. Eles estão certos. Mas isso não é necessariamente ruim, como no caso de Sonata de Outono, do sueco Ingmar Bergman, um filme a respeito de o quão psiquicamente habilitados estamos a tomar conta de alguém. E você pensa no final "tem gente que realmente não deveria ter filhos". Na vasta obra do diretor, este talvez seja o exemplar mais acessível ao grande público pois a ação está toda nas palavras, o que exige infinitamente mais das atrizes principais, Ingrid Bergman e Liv Ullmann, mãe e filha, respectivamente, num confronto perigosíssimo de recalques e ressentimentos. Uma obra de arte.

Em espanhol, a festa de debutantes se chama Quinceañera e é este acontecimento na vida da jovem Magdalena o ponto de partida deste ganhador do prêmio de melhor filme do festival de Sundance do ano passado. Retratando o mundo da comunidade mexicana de baixa renda moradora do bairro Echo Park, em Los Angeles, Quinceañera é um retrato delicado de Magdalena, a jovem que engravida do namorado antes de debutar, enfurecendo o pai religioso, e seu primo Carlos, expulso de casa por ser gay e usuário de drogas. Não há pieguices nem condescendência, apenas uma narrativa honesta e direta sobre os lugares onde encontramos os verdadeiros laços familiares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário