18.6.07

Unas Gatitas Calientes Buscando Clientes*

O Fangoria é o grupo espanhol mais divertido que eu conheço. Passei o final de semana inteiro ouvindo ¡Viven!, primeiro registro ao vivo da banda em DVD e áudio. Destaque para o hit instantâneo Criticar por Criticar, [do álbum mais recente, El Extraño Viaje], Retorciendo Palabras e o clássico Eternamente Inocente.

A voz da vocalista ruiva-tatuada-descontrol Alaska fica melhor em estúdio, mas a interação dela com a platéia enlouquecida é contagiante. Senti falta do hit Hombres, do cd Naturaleza Muerta. Confira No Sé Qué Me Das:


O duo belga Vive La Fête é um charme só. Aliás, um dos primeiros posts deste blog foi a respeito do álbum Nuit Blanche. Eles acabaram de lançar Jour de Chance, com mais guitarras e o charme usual da vocalista Els Pynoo. Acho que se Serge Gainsbourg estivesse vivo, faria coisas como La Route, umas das mais legais do álbum.

Ano passado, a banda se apresentou no Brasil. Veja aqui o vídeo de Liberté, gravado em São Paulo.



E o Garbage está de volta com uma coletânea chamada Absolute Garbage. Além dos singles de sucesso dos álbuns anteriores, a compilação ainda tem duas músicas inéditas: It's All Over But the Crying e o single Tell Me Where It Hurts, cujo vídeo [abaixo] foi dirigido pela grande Sophie Muller [responsável pela videografia de Annie Lennox e alguns clips memoráveis de Blur, Coldplay, PJ Harvey, Natalie Merchant, Mika e The Killers] e tem como inspiração A Bela da Tarde, filme clássico de Buñuel.

Shirley Manson nunca soou tanto como Chrissie Hynde, do Pretenders.



[*O título do post refere-se à canção Gatita Caliente Buscando Cliente, da banda Las Nancys Rubias, que o Marcelo me apresentou semana passada. Aliás, ninguém sabe mais de pop espanhol do que ele.]

Nenhum comentário:

Postar um comentário