19.7.07

Gays, Mexicanos e Solitários



Imagine se todos os homossexuais dos Estados Unidos decretassem greve geral em defesa do direito de se casar. É esta a premissa de Wedding Wars, filme feito para a rede de televisão americana AE, com Eric Dane (o Dr. McSteamy de Grey's Anatomy) e John Stamos (ex de Rebecca Romijn-Stamos). Muito embora parta de uma proposta interessante e conte com um elenco secundário experiente em comédias, o filme não chega a ser uma grande realização. O roteiro é um pouco incoerente [em alguns momentos quase beirando o ridículo], mas tem como trunfo o carisma dos dois protagonistas.

Um Dia Sem Mexicanos apresenta uma tese similar só que de uma forma muito mais polêmica e sarcástica. Um belo dia, o estado da Califórnia acorda com uma estranha neblina cercando os limites de seu território e desaparecem todos os latinos, o que causa um caos no funcionamento dos serviços que dependem de mão-de-obra dos imigrantes. Surgem a todo momento na tela mensagens como "nem todo latino é mexicano" ou "os hispânicos representam um terço da população da Califórnia". A Day Without A Mexican é um filme bem-humorado e instigante.

Medos Privados em Lugares Públicos [Coeurs, 2006] é uma das obras mais lindas de Alain Resnais. Apresenta seis histórias entrecortadas a respeito de personagens solitários em busca do amor. As cenas têm sempre a presença da neve, uma alegoria delicada para representar a tensão sexual entre essas pessoas num ponto da vida em que quase já desistiram do amor. A direção de arte e a fotografia são de tirar o fôlego e exploram o universo solitário dessa gente que já não tem muitas forçar para buscar a felicidade. Quem rouba a cena é Sabine Azéma no papel da religiosa e otimista Charlotte que esconde uma faceta surpreendente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário