2.10.07

Um Bom Dia

Não sei como ele foi parar lá, mas acordei hoje com meu celular vibrando nas minhas costas. 7 e 10 da manhã, uma certa madame me chamando para tomar café na Cidade Baixa, sob os ipês coloridos que servem de guarda-sol à rua da República. Não costumo dar expediente tão cedo da manhã, mas como o sol estava uma beleza, me disfarcei de gente e fui. A Cidade Baixa, assim como eu, é muito devagar a esta hora da madrugada, o que faz dela uma delícia. Sem buzinaços nem a piazada barulhenta da noite, tudo acontece com mais calma e eu gosto de ver gente sem pressa, restaura a minha fé na humanidade. Ah, o sol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário