14.2.08

Oscar Time - Sweeney Todd


Um dos maiores pecados dos estúdios e distribuidores ao divulgarem Sweeney Todd, O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet é que eles esqueceram (ou melhor, "esqueceram") de avisar nos trailers e materiais de divulgação que é um musical com meia dúzia de diálogos. Sim, se você pensou "deve ser uma chatice", acertou. Não que todo musical seja chato, vide Across The Universe, recente representante do gênero baseado nas canções dos Beatles, lindíssimo e envolvente.

Muito embora Sweeney Todd seja, como tudo que Tim Burton dirige, impecável visualmente, seu roteiro não tem uma nesga sequer de humanidade e alma, além de não propor nada de novo. É um filme meramente alegórico para se assistir uma vez na vida, naqueles dias em que não há nada mais interessante a fazer. Ou se, como eu, você estava morrendo de curiosidade de ver o filme novo de Tim Burton. Mas esteja avisado.

Concorre ao Oscar na categoria de Melhor Ator, Direção de Arte e Figurino.

5 comentários:

  1. E a música do Stephen Sondheim?????????????

    ResponderExcluir
  2. Anônimo1:08 PM

    Ainda bem que o senhor não falou mal de Deus!
    Ro

    ResponderExcluir
  3. meu favorito para o Oscar continua sendo JUNO.

    Mesmo não sabendo se tratar d eum musical, Sweeney Todd já não me inspirava atenção.

    abraço

    ResponderExcluir
  4. O filme até poderia sr bom, se não fosse um musical..
    A cada "Joannaaaa" eu queria enfiar uma bala na cabeça!
    =P

    ResponderExcluir
  5. ainda bem que voce nao falou mal de Deus! 2
    mas tambem senti um desconforto, um "para de cantar moleque" principalmente com aquele casalzinho loiro e chaaaaaaaaaato.
    mas o johnny compensa o crime [literalmente?]. sempre.

    ResponderExcluir