2.2.08

Sonhar não custa nada mais que tempo



Quem dera me livrar
Pra sempre de mim mesmo!
E só me reencontrar
Lá no teu doce abismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário