23.4.08

Diga xiiiiiiis

De nada adianta, meu amigo. Não adianta esperar que o mundo (ou "os outros", como preferir), essa entidade nada filantrópica, enxergue para dentro de você e veja como você é bom, como tem talento e sapiência pra dar e vender, como faz de tudo pelo bem comum, é kardecista, evangélico, católico, apostólico, romano, grego ou troiano. Só vão saber que você tem boa índole, a base de provas e, acima de tudo, de atitudes. Tome o exemplo das pessoas lindas e saradas. Imagina se todos eles desfilassem por aí de roupas largas e de cara amarrada. Quem iria notar? Mas não, quem malha e é bonito faz questão de mostrar, mesmo que discretamente, de vez em quando, por mais classe que tenha, mesmo que na situação mais apropriada, na praia ou no clube, o corpão que tem. Corpão este que, veja bem, não nasceu pronto. Custou dinheiro, disciplina, força de vontade e determinação. Nada em nós nasce pronto. Tudo que nos tornamos custa caro, independente da moeda, e tem seu valor. Então se você é pessoa talentosa, boa amiga, excelente companheira, um talento inexplicável, de uma perspicácia invejável, sabe tudo de alguma coisa e um pouco de tudo, o que faz aí se lamentando que o mundo não enxerga essa beleza de ser humano que é você ? A gente tem que estar na vitrine, nem que seja a do açougue (cada um com suas preferências), e sorrir, deixar brotar o que a gente tem de melhor, agarrar as oportunidades que passarem e correr atrás daquelas que nos erraram o caminho. Senão a única coisa que o mundo vai saber a seu respeito é que você é apenas um cara chato que reclama que o mundo não lhe dá valor.

14 comentários:

  1. Adorei...Nunca te vi, não te conheço, mas sou sua fã!

    ResponderExcluir
  2. Puxa, fiquei curioso pelo que te inspirou...

    Bem, a vida é assim, ponto! Acho que todos nós precisamos de uns momentos "muro de lamentações". Mas de nada adianta lamentar quando não se corre atrás para se contornar a situação.

    Por outro lado, só vale lembrar que alguns preconceitozinhos nascem dae... E dessas pessoas, sim, tenho medo...

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pela visita! E o Pando quer tomar conta do meu computador, socorro!
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. estar vivo é complicado... o problema é ser hype da coisa errada.
    .
    café?

    ResponderExcluir
  5. Acho que vc não tem idéia do alcance de suas palavras.
    Sabia que vc me alcançou, e bem lá no fundo da alma?

    ResponderExcluir
  6. Adorei...Nunca te vi, não te conheço, mas sou seu fã! [2]


    Só posso aplaudir e serviu como tapa com luva de pelica pra mim e minha preguiça, com a qual estou empurrando várias coisas com a barriga a vários dias, enfim...

    ResponderExcluir
  7. Adorei...Nunca te vi, não te conheço, mas sou sua fã! [3]
    Impressionante o bem que me fez ler isso aqui agora. Obrigada! :)

    ResponderExcluir
  8. xiiiiss, uísque, fezes... o importante é maravilhar! belezura de blog!!! repetindo: nunca te vi, não te conheço, mas sou seu fã.

    ResponderExcluir
  9. Meu pai diz algo parecido as vezes: 'Talvez não seja muito justo, minha filha, mas apenas SER bom, geralmente não é suficiente. É necessário PARECER bom também.
    Eu gosto daqui. Mais ainda quando tu escreve assim.
    Bom final de semana.

    ResponderExcluir
  10. Anônimo9:45 PM

    capotei!

    ResponderExcluir
  11. Podia ter batido, mas não com tanta força...
    Brincadeira, adorei o post. Caiu feito carapuça.
    Obrigada.
    K

    ResponderExcluir
  12. http://matthieuricard.org/biographiep.html

    ResponderExcluir
  13. Assertivo e incisivo. É isso aí!!!
    Para o alto e avante!!!

    ResponderExcluir