8.11.08

Mudernidade

Dia 04 deste mês, a RBS TV colocou no ar em Porto Alegre seu canal digital. O padrão digital é a forma mais moderna de transmissão de imagem e som, sem perda de sinal. Aliás, a antena de transmissão implantada pela RBS tem um sinal poderosíssimo, há registros de gente captando o canal em Caxias do Sul com uma antena externa. Na região metropolitana, no entanto, é possível captá-lo com uma antena UHF interna. Mas é necessário ter um conversor, pois nossas televisões, na sua maioria, não estão preparadas para decodificar este tipo de transmissão. Os aparelhos ainda são grandes demais, aproximadamente do tamanho de um videocassete e custam de 250 a 1000 reais, um preço ainda bastante salgado.

|Vantagens

A principal vantagem da tecnologia é que ela dá adeus aos chuviscos. Se o sinal estiver muito fraco, a imagem pode congelar, mas nunca há chuviscos.

Para quem tem uma TV LCD, a coisa fica melhor ainda. Alguns programas são transmitidos em Alta Definição (o tal HD), no formato widescreen e com uma riqueza de detalhes incomparável. Por enquanto, a Rede Globo produz em HD apenas a novela A Favorita, A Grande Família, alguns quadros do Fantástico e transmite vários filmes espalhados pela programação com imagem comparável ao Blu-Ray (substituto do DVD). Mas por que tão poucos? É que as câmeras de alta definição são muito caras e as emissoras ainda não têm equipamento suficiente para gravar tudo em HD. Mas vão, gradativamente, aumentando seu arsenal até que tudo seja produzido no formato.

Os filmes de visual caprichado ficam um primor. Ontem passou Mulheres Perfeitas (The Stepford Wives), de Frank Oz e as cores eram de cair o queixo.

| O lado negro

Aqui em casa, numa LCD de 32 polegadas, assistir À Favorita é uma experiência que dá um pouco de medo. Apesar daquela abertura fantástica ficar mais bonita ainda, a alta definição revela todas as imperfeições na pele dos atores, o que indica que os profissionais de iluminação e maquiagem ainda precisam aprender muito a adaptar seu trabalho ao novo padrão. Todos os atores parecem suados, lustrosos e é possível ver os cravos no nariz de Giulia Gam, por exemplo. Elisângela parece um urso panda, com suas olheiras salientes e Glória Menezes só falta levantar o dedo e dizer "telefone ... minha casa..." para ficar ainda mais parecida com o E.T.

Pouca gente no Brasil pode ter uma TV LCD e um receptor para receber a TV digital. Está tudo muito caro. No mercado de TV por assinatura, a chamada NET Digital e a fraca concorrente TVA Digital, que alardeam nas propagandas possuirem "imagem de DVD", não transmitem uma imagem à altura do nome. Eles comprimem o sinal para poderem oferecer mais canais e manter o preço, o que ocasiona uma perda significativa na qualidade da imagem. O assinante da NET que quiser o sinal HD, por exemplo, precisa pagar em média 800 reais pelo aparelho HD MAX e mais um adicional na assinatura para ter alguns poucos canais em alta definição.

Falta muito ainda para a tecnologia fazer diferença no cotidiano do telespectador comum, mas como todo avanço tecnológico, há de começar de alguma maneira. A partir de 2009 os outros canais como Band, Record e Rede TV devem iniciar suas transmissões para a região metropolitana. Dizem que a ULBRA TV também já está com o equipamento comprado.

10 comentários:

  1. Ah, não... se é para perder o glamour, melhor não ter...

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem que eu não tenho, nem assisto tv... quem sabe daqui uns 5 anos eu compre uma... mas pra ver os cravos da Giulia Gam? No thanks.

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho ódio mortal da NET. Vou cancelar definitivamente em dezembro - antes da parada natalina. Epretendo voltar só o dia em que se covencerem a cobrar um preço justo pelo mau serviço que prestam. Ainda querem cobrar a mais pra oferecer novas tecnologias - ainda "meia-boca". Ademais pra ver novela... prefiro ficar nas séries em dvd e filmes...

    Agora seguindo a linha das mumificadas, você imagina quem curte assistir a Hebe?

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Huahauhuahauahua! Passei mal de rir com o 'lado negro'. A parte da Gloria Menezes foi a melhor. Rs.
    Ainda bem que eu não sou artista de televisão.

    Bezzos,

    ResponderExcluir
  5. James Marcel5:24 PM

    Estive numa exposição de Eletrônicos aqui no Angeloni... Tem uma TV que transimte imagens em 3D sem a necessidade de óculos... INCRÍVEL!!!! Não esta a venda no Brasil, somente exposição, assim como as TVs de OLED, ou seja, a imagem é emitida através de laser (tecnologia SONY). Esta tecnologia veio pra substituir já, pasme, a LCD e a Plasma. A imagem é muito melhor.

    Com a tecnologia OLED imagino, dá pra se notar talvez a "áurea" turva da Glória...

    ResponderExcluir
  6. Roberta8:05 PM

    Mas, vem cá... As LCDs vêm de fábrica com conversor, né não?

    ResponderExcluir
  7. A grande maioria não vem com conversor, Roberta. Hoje em dia só alguns modelos com mais de 42 polegadas têm conversor interno.

    ResponderExcluir
  8. Roberta11:00 PM

    Jesus, Maria e José! Se paga um tantão de reais por uma LCD e ela não vem com o tal conversor! Só Cristo salva!
    =)

    ResponderExcluir
  9. O sistema de TV digital escolhido pelo Brasil, impede a justo grande vantagem da HDTV: a possibilidade de pequenas emissoras independentes, inclusive estações comunitárias, divulgarem sua programação, o que representaria uma efetiva democratização da TV no país. Porém, graças à pressão conjunta dos grandes concecionários de TV aberta, e da atuação militante do sempre Global Ministro Hélio Costa, foi escolhido o sistema mais restritivo, no qual os canais já consolidados continuam detendo o oligopólio da radiodifusão no Brasil. Graças a esse pulhas, tão criminosos quanto o resto da bandidagem que controla esse país (de Daniel Dantas até o batedor de carteira, passando pela cúpula dos Três Poderes da República) a única vantagem que o brasileiro tem com a TV Digital é ver o Vesgo e o Sílvio mais de perto. Cada povo tem o novo que merece, e a mulher melancia vem com tudo e com razão.

    ResponderExcluir
  10. Anônimo2:02 PM

    Ai, eu não sei vocês, mas eu não faço a mínima questão dessa tecnologia/avanço todo, já passo horas demais na frente do computador, já faço free-la no computador, já vejo tv que chega qdo estou em casa, tá bom do jeito que está, sem ver cravos nem imperfeições de ninguém.

    Se ficar bem barato um dia, ou se oferecerem quase de grátis, daí pode ser que eu me interesse por tanta tecnologia digital.
    Se tiver que morrer em mta grana, como está já está ótimo.

    Não me motivo a fazer grandes investimentos nessa área.

    Bjs!

    ResponderExcluir