16.3.09

Better than a work of fiction

No episódio de Desperate Housewives que passou ontem nos Estados Unidos, Susan (Teri Hatcher) convida sua colega de trabalho para jantar, num esforço de desfazer uma má impressão que se formara a respeito dela. O que ela não poderia prever é que a colega (Swoozie Kurtz), lésbica, iria confundir a atenção da protagonista com uma cantada. No dia seguinte, as duas conversam na escola, quando Susan desfaz o mal-entendido. Perante a decepção da colega, Susan:

- Eu sei como você se sente.

- Susan... Eu sou do tipo de pessoa que nunca saiu atrás do amor. Eu sempre achei que ele chegaria até mim. Mas ele não veio. E agora eu faço este papel humilhante de dar em cima de mulheres heterossexuais, porque eu morro de medo de ficar sozinha. Agora me diga, de que jeito você poderia saber como eu me sinto?


- Da seguinte forma: Bem, eu passei toda a minha vida indo atrás do amor e hoje, olhe para mim, sozinha. Como você.

- Não é a mesma coisa.

- Ok, não é a mesma coisa, porque eu estou sozinha, mas não estou só porque eu tenho amigos. O amor não acontece para todo mundo. E sabe do que mais? Eu nem sei se vai acontecer comigo de novo. Mas saber que os meus amigos estão sempre ao meu lado ajuda muito. Então será que pelo menos você me deixa estar ao seu lado como amiga?

- É, seria bom.

**

É muito bom. Happy birthday, Babes. E muito obrigado por segurar a mão deste menino atrapalhado nas tempestades da vida.

3 comentários:

  1. Obrigado, babes. Ter tu, pra sempre, é o meu seguro de vida, o meu colchão fofinho, minha poupança no Bamerindus (indesdrutível e sempre numa boa). Beijos, beijos, beijos, muito ranhentos e cheios de saudades.

    ResponderExcluir
  2. marlise11:01 PM

    Lindo, Calexico. Um texto de respeito, amor, compreensão. Gostei muito. Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, que lindo! Isso que é saber escolher as palavras certas, não é?
    :)

    ResponderExcluir