27.5.09

Uma Carreira e Tanto


Ontem assisti a The Kid Stays In The Picture (2002), documentário de Nanette Burstein e Brett Morgen, sobre a vida do produtor de cinema Robert Evans e narrado pelo próprio. Para quem não o conhece, Evans foi o executivo da Paramount Pictures que moveu mundos e fundos (literalmente) para que obras como O Bebê de Rosemary (1968), Love Story (1970), O Poderoso Chefão (1972) ou Chinatown (1974) vissem a luz do dia. De ator derrotado dos anos 1950 a poderoso produtor vinte anos mais tarde, do casamento com Ali MacGraw - que o deixou por Steve McQueen, seu companheiro de elenco em Os Implacáveis (1972) – ao inevitável vício em cocaína, o filme, talvez pela narração do próprio "assunto", acaba sendo extremamente simpático. Não há muitas explicações sobre a arte de fazer cinema porque, acho que todos sabemos, o produtor não é artista, é administrador. No entanto, valem as fofocas, os boatos esclarecidos e alguns episódios inusitados na vida desse produtor prolífico.

*Na foto, Evans com Ali MacGraw numa festa pós-Oscar, em 1970.

26.5.09

Fogo!




O delegado de polícia explica seriamente à apresentadora do telejornal como começou o incêndio em uma faculdade, durante uma festa de arromba. Ele reconstitui a festa foto a foto, contando com mais de 40 mil fotos, coletadas de iPhones, Blackberries e câmeras digitais fornecidas pelas testemunhas. Eu não sei como a repórter fez para não rir.

15.5.09

Compilation



Uma compi para celebrar o aniversário do colega Rodrigo, que acima de todas as coisas não deixa de acreditar em ser feliz, em amar e naquelas coisas todas das quais muitos de nós um dia se cansam. Ele não. Segue firme acreditando, o que na minha cartilha já é um motivo muito nobre para admirá-lo.

Parabéns, amigo.

1. Sade - Paradise [Live] (4:32)
2. Paula Toller - Fly me to the moon (live)(4:47)
3. Kris Allen - She Works Hard for the Money (4:17)
4. George Michael - Waiting for That Day/You Can't Always Get What You Want (4:49)
5. Adriana Calcanhotto - Um Dia Desses (2:31)
6. Hollywood, Mon Amour - Arthur's Theme (Best That You Can Do) (Featuring Nadeah) (3:42)
7. Jem - Crazy (3:39)
8. Fernanda Takai - Esconda O Pranto Num Sorriso (3:27)
9. Gotan Project - Amor Porteño (live) (5:23)
10. Señor Coconut and his Orchestra - Kiss (3:53)
11. Seal - Stand By Me (4:06)
12. Morrissey - I Have Forgiven Jesus (3:43)
13. Maroon 5 - This Love (C. Tricky Stewart mix) (2:57)
14. Girls Aloud - The Promise (3:44)

Baixa aqui.

Gostamos muito


5.5.09

O Soldado Ronaldo

Chamem-me do que quiserem, mas domingo eu me emocionei na final do campeonato paulista de futebol. Não que tenha qualquer simpatia especial pelo Corinthians – emoções futebolísticas só tenho mesmo com o Colorado – mas Ronaldo Nazário disse uma coisa muito bonita quando os repórteres caíram em cima dele como abelhas no mel, ao final da partida. Perguntaram se ele espera ser escalado para a seleção. A resposta foi a seguinte: "Se eu for merecedor, serei muito grato, porque sou um soldado brasileiro a serviço da seleção".

E veja que isto não é frase pronta divulgada por assessoria de imprensa, nem declaração envernizada por jornalista ou revisor – foi dita por ele mesmo, ao vivo. Pouco me interessa se é uma frase decorada, pré-envernizada, ensaida. Gostei de ouvir alguém dizendo que é um soldado brasileiro. Claro que ele tem muito a ganhar jogando pela seleção, claro que os patrocinadores enxergaram cifrões naquela hora, claro que publicitários colocaram suas máquinas criativas em atividade pensando em como vender o Ronaldo ainda mais.

É ingênuo, é parcial, é até demagogo, dependendo das coisas nas quais você acredita. Mas eu me emocionei.