1.12.09

Tarantino apagando fogo com gasolina



Bastardos Inglórios prova mais uma vez a genialidade estética de Quentin Tarantino, ainda que lide de forma perigosa com a violência e suscite uma espécie de catarse histórica um tanto irresponsável. Mas, acima de tudo, cumpre um dos papéis mais importantes do cinema: provoca reflexões sobre a experiência humana. É o refinamento de um estilo que marcou com sangue o cinema das últimas décadas embalado por um trilha sonora desavergonhadamente pop, como bem se pode ver no vídeo acima.

4 comentários:

  1. Parabéns pelo o blog. Ele é muito bacana esteticamente falando. Tarantino é genial mesmo, e este filme só comprova mais uma vez isso. Otima semana e espero sua visita em meu espaço www.lua2gatos.blogspot.com abraço grande.

    ResponderExcluir
  2. estou naquela posição desconfortável de quem ainda não pôde ver, mas ouviu uns comentários sobre problemas (no roteiro); mas chega esse vídeo bastante incrível e abala qualquer antipatia mesmo que pouco voluntária.

    o reflexo do poster na janela em frente à mulher que reflete sobre o que vai fazer é a imagem mais bonita enquanto carregada de metalinguagem que eu vi nesses últimos tempos.

    bacana vc ter posto aqui.

    ResponderExcluir
  3. Muito show! Fiz até uma postagem em homenagem a Shosshana! rs

    abraços!

    ResponderExcluir
  4. Esse filme é incrivel. incrível.

    ResponderExcluir