28.3.10

Persistência


Cena final de An Englishman in New York (2009), em que John Hurt interpreta Quentin Crisp, escritor inglês que desafiou definições de gênero e o patrulhamento ideológico. Claro, pagou caro por isso, cometeu erros e algumas gafes precipitadas. Mas soube dar seu adeus com sábias palavras.